O que fazer em Rosh Chodesh

Este é um dos meios de se santificar o tempo, o mês, consagrando-o ao Senhor.

FONTE: Ministério Engel

ATUALIZADO: 23 de junho de 2020

FacebookTwitterWhatsApp

“E nos princípios dos vossos meses oferecereis, em holocausto ao Senhor, dois novilhos e um carneiro, sete cordeiros de um ano, sem defeito; E três décimas de flor de farinha misturada com azeite, em oferta de alimentos, para um novilho; e duas décimas de flor de farinha misturada com azeite, em oferta de alimentos, para um carneiro. E uma décima de flor de farinha misturada com azeite em oferta de alimentos, para um cordeiro; holocausto é de cheiro suave, oferta queimada ao Senhor. E as suas libações serão a metade de um him de vinho para um novilho, e a terça parte de um him para um carneiro, e a quarta parte de um him para um cordeiro; este é o holocausto da lua nova de cada mês, segundo os meses do ano. Também um bode para expiação do pecado ao Senhor, além do holocausto contínuo, com a sua libação se oferecerá. (Números 28:11-15)

Deus instituiu os inícios dos meses para que os filhos de Israel oferecessem uma oferta de honra ao Senhor. Esta oferta é tanto de santificação quando de primícias.

“E, se as primícias são santas, também a massa (o restante) o é; se a raiz é santa, também os ramos o são.” (Romanos 11:16)

Este é um dos meios de se santificar o tempo, o mês, consagrando-o ao Senhor.

Como estamos próximos ao início do novo mês bíblico de Tamuz, o último dia do mês vigente e os dois dias seguintes do novo mês são chamados de Rosh Chodesh de Tamuz (Cabeça do mês do mês de Tamuz). No nosso calendário, os dias em que as ofertas são apresentadas a Deus são de 21 a 23 de junho.

Quanto ao valor, podem ser oferecidos:
1 – Oferta de Primícias: Equivalente ao valor de um dia de trabalho, ou o valor igual ao dízimo (10% do valor da renda pessoal).

2 – Uma oferta de honra, de acordo com o que a pessoa sentir no coração.

3 – Uma oferta de sacrifício, algo que exige um grande esforço para ser oferecido.

“Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria. E Deus é poderoso para fazer abundar em vós toda a graça, a fim de que tendo sempre, em tudo, toda a suficiência, abundeis em toda a boa obra; Conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres; a sua justiça permanece para sempre. Ora, aquele que dá a semente ao que semeia, também vos dê pão para comer, e multiplique a vossa sementeira, e aumente os frutos da vossa justiça; Para que em tudo enriqueçais para toda a beneficência, a qual faz que por nós se dêem graças a Deus.” (2 Coríntios 9:7-11)

FacebookTwitterWhatsApp

COMENTÁRIOS