Porção do dia: Gênesis 11:1-32

“Assim o Senhor os espalhou dali sobre a face de toda a terra; e cessaram de edificar a cidade.” (Gênesis 11:8)

FONTE: Ministério Engel

ATUALIZADO: 24 de outubro de 2020

FacebookTwitterWhatsApp

 

Gênesis (Noé – Noach) (14 de 365) | 25 de outubro de 2020

“E tomou Terá a Abrão seu filho, e a Ló, filho de Harã, filho de seu filho, e a Sarai sua nora, mulher de seu filho Abrão, e saiu com eles de Ur dos caldeus, para ir à terra de Canaã; e vieram até Harã, e habitaram ali. E foram os dias de Terá duzentos e cinco anos, e morreu Terá em Harã.”

(Gênesis 11:31,32)

Projetos inacabados

A cidade e a torre que os homens construíram não eram agradáveis diante de Deus. Através deste projeto maligno, a astrologia foi introduzida no mundo. Os homens se rebelaram contra Deus e, em vez de se espalharem e encherem a terra, de acordo com o mandamento (Gênesis. 9:1; 11:4) eles se uniram para construir uma enorme cidade. Mas seu projeto falhou e a cidade permaneceu inacabada.

O pai de Abraão, Tera – Terach, em hebraico – não queria mais viver em Ur dos caldeus. Ele decidiu sair com alguns de seus familiares e se estabelecer na terra do Canaã. Mas quando ele chegou a Harã, no meio do caminho, ele ficou lá até o dia de sua morte. Seu projeto falhou e ficou inacabado.

Esses dois eventos podem nos ensinar algo para ajudar a evitar que nossos projetos sejam deixados inacabados.

Em primeiro lugar, Deus interviu sobrenaturalmente e confundiu sua língua para que não pudessem falar a língua original, o velho hebraico. Assim, eles não seriam capazes de continuar construindo. Seu projeto foi considerado mau pelo Senhor e é por isso que Ele os fez falhar. A principal motivação por trás do projeto não era apenas alcançar os céus por seus próprios méritos ou viver em uma grande cidade em vez de serem espalhados pelo mundo; seu principal objetivo era fazer um nome para si mesmos, para se tornarem famosos.

Aquele que deseja fama torna-se desagradável para Deus. Aquele que constrói um ministério para se tornar grande tem um coração contaminado. Há muitos homens e mulheres que desejam se tornar famosos, construir algo para obter honra, ser ricos para seu próprio bem. Mas, não importa as coisas boas que eles alcançam através de seus esforços, eles nunca serão agradáveis para Deus, porque eles não buscam a glória daquele que lhes deu a capacidade de construir, mas a deles.

Mas quando o homem atinge um certo nível de orgulho, Deus intervém para detê-lo. Isso é o mais longe que você vai! Eu não vou permitir que você continue com o seu projeto porque você não está me dando o que me pertence – você está roubando a minha glória. Em vez de colocar Deus no centro, você quer se tornar o foco da atenção. Ser autossuficiente!

No segundo caso, vemos um homem que queria se mudar de um lugar para outro, mas nunca conseguiu. A Torá não nos explica quais eram os motivos por trás de seus planos. Não menciona se houve uma intervenção sobrenatural de Deus para impedi-lo em seu caminho. Deus pode dirigir o homem através de intervenções sobrenaturais ou por circunstâncias naturais. Neste caso, parece ter sido o segundo.

Parece que a vocação de Abraão teve tanta influência sobre seu pai que ele também queria ir para a terra que estava destinada a seu filho e seus descendentes. Mas por alguma razão ele nunca chegou ao seu destino e não sabemos por quê. Só vemos que Deus não permitiu que ele chegasse lá.

A verdade é que Tera não tinha um chamado divino para se estabelecer na terra do Canaã. Só o filho dele tinha. Não foi a vocação dele. Ele queria entrar em algo que não era dele.

Isso nos ensina que temos que ter muito cuidado para não tentar imitar o chamado dos outros. Se alguém se propõe a fazer algo só porque alguém fez isso, sua motivação não é correta e é muito possível que ele acabe no meio do caminho, frustrado e até morto. Não pretenda fazer algo com sua vida só porque alguém fez. É altamente possível que você vai deixá-lo no meio do caminho.

“Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dos gastos, para ver se tem com que a acabar?

Para que não aconteça que, depois de haver posto os alicerces, e não a podendo acabar, todos os que a virem comecem a escarnecer dele,

Dizendo: Este homem começou a edificar e não pôde acabar.”

(Lucas 14:28-30)

 

Então, o que devemos fazer para evitar deixar nossos projetos inacabados? Como podemos ser bem sucedidos na vida e alcançar os objetivos planejados? Nas próxima semana você terá a resposta.

 

FacebookTwitterWhatsApp

COMENTÁRIOS