“Missão se faz com alianças estratégicas”, disse o Pr. Elias Caetano, sobre parceria com o Projeto Daniel.

Hatone é o ponto de encontro entre MME e PD

FONTE: MINISTÉRIO ENGEL

ATUALIZADO: 23 de novembro de 2018

FacebookTwitterWhatsApp

Durante a sua viagem missionária à África, o pastor Marcos Correa, representando o Projeto Daniel pelo Portal Guiame e pelo Ministério Engel, participou de uma reunião com a liderança da ‘Missão Mãos Estendidas’. Juntos eles trataram a respeito da possível construção de um Centro Infantil na Aldeia de Hatone, no Malawi. Este é o local onde o Projeto Daniel irá atuar em parceria com a MME. Dentre os diversos assuntos, uma preocupação levantada foi a possibilidade de baratear a obra, já que no Malawi o custo de vida é altíssimo, o que triplicariam os investimentos com essa construção. O voluntariado foi a melhor solução encontrada.

Centro Infantil

A Missão Mãos Estendidas já possui alguns centros infantis em outros países africanos. A ideia, em parceria com o Projeto Daniel, é construir um desses em Hatone. Seria um galpão de alvenaria, com todos os equipamentos didáticos necessários para que as crianças estudem e se alimentem.

Em entrevista a Marcos Correa, Elias Marcelo Caetano, presidente da MME, falou que existem dois desafios a serem enfrentados: a região e a logística. “Vamos romper esses limites e vamos mudar a realidade até por que a gente tem experiência de ajudar na construção de Igrejas em aldeias. Temos que ter um pouco de paciência porque é um processo um pouco mais lento e talvez, vai ser algo mais simples, diante da realidade, respeitando aquilo que for passado pelo projeto Daniel”.

Pr. Elias Caetano, integrante do MME.

O clamor de Hatone

O pastor Elias chegou em Hatone através de um pastor da aldeia, que acolheu quase cem órfãos e vinha pedindo ajuda ao ‘Mãos Estendidas’ há muito tempo. Infelizmente, devido aos muitos projetos no continente, não havia mais recursos para assumir tantas crianças. Por isso, quando surgiu a possibilidade da parceria com o Projeto Daniel, o presidente do MME teve a certeza de que Deus estava respondendo ao clamor daquele pastor e daquelas crianças: “Quando o Pastor Marcos conversou comigo, qual era a nossa principal necessidade, na hora lembrei de Hatone, e essa parceria para mim eu vejo como uma resposta de Deus para essa aldeia, até por que nós como Missão Mãos Estendidas, a gente não tinha como fazer, aí de repente chegam vocês do Projeto Daniel/ Ministério Engel, com o propósito também de fazer alguma coisa! Então eu entendo que Deus é um Deus que une propósito, por isso acredito 100% ser de Deus e já está fazendo a diferença na vida daquelas crianças”, testemunhou.

O pastor Elias classifica Hatone como uma missão desafiadora, por que, além de recursos, é muito grande o número de crianças órfãs precisando de amparo, cuidado e proteção. “É preciso que Deus esteja ali nos conduzindo em tudo”, pontuou, explicando que a orfandade é algo comum na África, mas em Hatone o problema é intensificado ainda mais, pelo fato de algumas catástrofes naturais terem dizimado muitos adultos, deixando a maioria das crianças sem amparo familiar.

Construção

Quando o Pastor Marcos contou para o Apóstolo Joel a respeito do MME e de Hatone, de imediato ele abraçou a ideia, juntamente com a filha, a Pastora Gabriele Engel, que se apaixonou pelas crianças e começou todo um trabalho de divulgação, desde o mês passado. Assim, já está chegando ajuda do Brasil à Hatone, através do Projeto Daniel. Agora o trabalho precisa avançar com a construção do Centro Infantil, como a MME já possui em outros lugares.

“A Visão que Deus colocou em meu coração é que missão se faz com alianças estratégicas”, enfatizou Elias, se referindo à aliança da MME com o Projeto Daniel, e continuou: “Meu compromisso com o Projeto Daniel e o Ministério Engel, é o de podermos honrar os nossos acertos diante de Deus, entendendo que a obra é de Deus, trabalhamos para Deus a cima de tudo, e eu creio que nós, em breve veremos a concretização de mais um projeto lindo como este lá na aldeia de Hatone”.

Todos podem participar da construção do Centro Infantil de Hatone, tanto um empresário quanto uma pessoa assalariada, o importante é a união de todos em prol de uma visão. Além das ofertas, você também pode oferecer os seus serviços ao Projeto Daniel e participar deste grande sonho. O Projeto Daniel estará montando uma equipe multidisciplinar que estará indo à África em 2019, a fim de realizar um trabalho que abranja várias áreas: saúde, plantação de hortas para subsistência, construção de poços para captação de água, etc. O que você sabe fazer? Ofereça seus dons e contribua com o Projeto Daniel e com a Missão Mãos Estendidas.

FacebookTwitterWhatsApp

COMENTÁRIOS