Porção do dia: Gênesis 29:1-29:17

“Então pôs-se Jacó a caminho e foi à terra do povo do oriente;” (Gênesis 29:1)

FONTE: Ministério Engel

ATUALIZADO: 22 de novembro de 2020

FacebookTwitterWhatsApp

Gênesis (Vayetsê) (42 de 365) | 23 de novembro de 2020

Decretado pelo Céu

Jacó chegou a um poço de água em um campo no limiar de Harã. Ele observou que três rebanhos de ovelhas e seus pastores haviam se reunido ao redor do poço e estavam ociosos. Jacó se aproximou deles e perguntou:

“De onde vocês são?”

“Nós somos de Harã”, foi a resposta.

“Vocês conhecem Labão, filho de Naor?”, continuou Jacó.

“Nós o conhecemos. E lá está Raquel, sua filha, vindo com as ovelhas”, disse um dos pastores.

“O dia ainda é longo; agora não é hora de guardar as ovelhas. Por que você não lhes dá água e as leva para pastar no campo?”, perguntou Jacó.

“Não podemos, até que os rebanhos estejam reunidos e todos os pastores juntos rolemos a pedra de cima do poço. Então poderemos dar água às ovelhas”, explicou os pastores.

Enquanto conversavam, Raquel se aproximou com as ovelhas de seu pai. Quando Jacó a viu, ele se aproximou do poço, rolou a pedra pesada com uma mão e deu de beber às ovelhas de Labão. Ela foi rápida em notificar o pai da chegada do visitante.

Deus enviou Raquel para que se encontrasse com Jacó, uma vez que estava destinada a ser seu par. Na época, em certos casos, a esposa predestinada viaja para encontrar o marido ou vice-versa. Não importa de que maneira isso aconteça, devem encontrar-se, se foi decretado pelo Céu.

“E aconteceu que, vendo Jacó a Raquel, filha de Labão, irmão de sua mãe, e as ovelhas de Labão, irmão de sua mãe, chegou Jacó, e revolveu a pedra de sobre a boca do poço e deu de beber às ovelhas de Labão, irmão de sua mãe.

E Jacó beijou a Raquel, e levantou a sua voz e chorou.”

(Gênesis 29:10,11)

A promessa da aliança de Deus é dom de Deus para o futuro. Mas Deus dotou Jacó com ingenuidade empresarial, o presente que ele usa o tempo todo.

FacebookTwitterWhatsApp

COMENTÁRIOS