Profetas falam sobre promessas de Deus para o Brasil

Profetiza Cindy Jacobs, profeta Mario Bramnick e o profeta Joel Engel tiveram a mesma visão sobre o Brasil.

FONTE: Ministério Engel, com informações CAB

ATUALIZADO: 26 de outubro de 2018

FacebookTwitterWhatsApp

No ano de 2013, ao participar do 14º Congresso de Louvor e Adoração Diante do Trono, a profetiza Cindy Jacobs falou sobre como Deus colocaria fim a corrupção no Brasil. A profecia entregue pela líder do ministério de intercessão Generals International começou a se cumprir imediatamente.

Desta vez, através do Conselho Apostólico Brasileiro (CAB), a profetiza falou sobre a expectativa para as eleições deste ano, lembrando que algumas profecias sobre o Brasil estão se cumprindo. Na mensagem através de videoconferência, Cindy falou sobre as promessas de avivamento para o país da América Latina.

A mensagem da norte-americana foi acompanhada pelos membros do CAB e diversas lideranças de todo o país, sendo interpretada pelo secretário-geral do conselho, pastor Arles Marques, que também foi o responsável por mediar o encontro que reuniu dezenas de líderes de diferentes países do mundo.

Diretamente da sua casa no Colorado, Cindy Jacobs começou falando sobre a profecia de 1992, quando afirmava que o Brasil seria “a primeira nação cristã da América do Sul”. Ela também afirmou que a situação do país atualmente é uma consequência espiritual.

“O Senhor diz que vocês estão em uma transição, onde o principado da corrupção está perdendo o seu poder. Ele está caindo. O povo de Deus tem de votar certo. Esse candidato não é perfeito, assim como o nosso [Trump] aqui também não era. Ele não é chamado para ser o pastor da nação, mas o presidente da nação”, destacou a intercessora.

As palavras da profetiza coincidem com aquilo que vem sendo anunciado pelo profeta Joel Engel, que nos últimos anos vem ministrando sobre o momento de “transição” que o Brasil está vivendo, onde a Igreja recebeu de Deus autoridade para “ungir” o próximo governante, mas que é necessário um posicionamento das lideranças.

“Assim como Elias ungiu Eliseu e deu autoridade para o jovem profeta ungir um novo rei em Israel, nós como líderes devemos levantar ‘novos ungidos’ para que possam ter autoridade para levantar novos governantes em nosso país”, profetizou.

O pastor Mario Bramnick, conselheiro de Donald Trump, presidente americano, também falou ao CAB através de videoconferência. O profeta americano também falou que o que está para acontecer no Brasil vai influenciar toda a América Latina.

“O Senhor tem dito a Igreja do Brasil, que uma vez que houver um governo justo, isso vai abrir os céus sobre o país trazendo um reavivamento e uma reforma que vocês ainda não viram sobre essa nação. Deus falou conosco que dizendo que ele quer transformar o Brasil para influenciar toda a América Latina”, profetizou.

Os três profetas também falaram sobre a importância de o país se alinhar com Israel, retomando o relacionamento com o povo judeu. O pastor Mario Bramnick chegou a defender a mudança da embaixada do Brasil para Jerusalém. E a pastora Cindy Jacobs falou sobre um “alinhamento financeiro” do Brasil com Israel. Essa mensagem também foi compartilhada pelo apóstolo Joel Engel, que defendeu a reaproximação com a Terra Santa.

FacebookTwitterWhatsApp

COMENTÁRIOS