Por que a nuvem de gafanhotos foi afastada do Brasil?

Entenda qual a mensagem que a nuvem de gafanhotos quer nos deixar. 

FONTE: Ministério Engel

ATUALIZADO: 1 de julho de 2020

FacebookTwitterWhatsApp

E vieram os gafanhotos sobre toda a terra do Egito, e assentaram-se sobre todos os termos do Egito; tão numerosos foram que, antes destes nunca houve tantos, nem depois deles haverá.Porque cobriram a face de toda a terra, de modo que a terra se escureceu; e comeram toda a erva da terra, e todo o fruto das árvores, que deixara a saraiva; e não ficou verde algum nas árvores, nem na erva do campo, em toda a terra do Egito.Então Faraó se apressou a chamar a Moisés e a Arão, e disse: Pequei contra o Senhor vosso Deus, e contra vós. Êxodo 10:14-16

Temos vivido tempos incomuns nesses últimos dias. A praga física do coronavírus foi apenas a primeira de uma sequência de catástrofes que atingiram o mundo, trazendo uma mensagem quase audível da parte de Deus para os moradores da Terra: é tempo de parar, se entregar, confessar os pecados e se arrepender. Logo em seguida veio a praga financeira, arrancando empregos, levando muitos à falência e ao desespero. Agora, em meio a tudo isso surge mais um sinal: uma nuvem de gafanhotos chegou à Argentina nesta última sexta-feira (19), arrasando as lavouras, devorando tudo o que estava à sua frente.

Parecia a cena de Joel 1, versículo 4, onde os gafanhotos consomem tudo, trazendo fome à terra; lembrei também da oitava praga do Egito, quando Deus mandou uma quantidade tão grande desses animais que chegou a cobrir a terra, deixando tudo escuro, como relata Êxodo, capítulo 10.

De acordo com estudiosos da área, a nuvem se formou no Paraguai e estava vindo em direção ao Sul do Brasil, quando uma frente fria afastou essa possibilidade. O Senasa, Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Agroalimentar Argentino afirma que aproximadamente em um quilômetro quadrado pode haver até 40 milhões de insetos, que consomem em um dia o equivalente ao que consumiriam 2 mil vacas ou 350 mil pessoas. Os prejuízos ainda são incalculáveis.

Como vencer as pragas?

Estamos atentos à essa movimentação e cremos que, mais que um fenômeno natural e que tem a ver com o período de reprodução desses animais, trata-se de algo espiritual. Na bíblia, as pragas vêm devido ao acúmulo de pecados e erros. Quando isso enche as taças, Deus responde com pragas. No capítulo 6 de Apocalipse, vemos o primeiro cavaleiro com arco e uma coroa (corona) atravessando o mundo. Essa praga que veio da China atravessou o mundo. Depois que vem essa praga, segue-se o segundo cavaleiro, que tira a paz do mundo. Foi exatamente o que aconteceu depois da pandemia de Covid-19, todos têm medo em várias áreas: profissional, pessoal e até da morte. É um desespero generalizado. Depois vem o terceiro cavaleiro, junto com o sinal de Deus, que aquela praga não atingirá o vinho (alguém que nasceu de novo) e o azeite (pessoas cheias do Espírito Santo). Assim, cremos que essas pessoas irão vencer a praga.

O quarto cavaleiro é o pior de todos, pois sentado sobre ele está a morte e o inferno, ou seja, o comunismo que vem para matar os crentes. Assim, por trás de todas essas pragas há o desejo de dominar o mundo, pois as pessoas estão fragilizadas e abatidas, com a falência de empresas e perdas que sofreram em diversos níveis, sendo mais fácil dominá-las através do poder econômico. Assim, eles estão lançando sua maior praga que é a sua ideologia, a que produz mais mortes pois, se uma geração parar de seguir à Deus, a próxima geração também não O servirá. Então, essa é uma praga terrível mas não invencível! Ela e todas as demais, que vêm em seguida, podem ser paradas através das nossas vidas, com arrependimento e busca de Deus.

Nós podemos parar a praga do comunismo. Estamos vendo a sua aproximação através das redes sociais e é muito pior do que qualquer outra praga. O que estamos vendo através da nuvem de gafanhotos que chegou à Argentina, é um sinal de que as pragas estão ocorrendo, uma atrás da outra. É um tempo de pragas na vida de muitas pessoas, e a sequência delas está nos mostrando a falta de arrependimento e da busca do Senhor. Precisamos fazer o que está escrito em Joel, capítulo 2: chorar, tocar a trombeta, jejuar e orar.

Tocai a trombeta em Sião, e clamai em alta voz no meu santo monte; tremam todos os moradores da terra, porque o dia do SENHOR vem, já está perto; Joel 2:1

Estamos em meio à pandemia do coronavírus que ainda não tem data para terminar; a pandemia econômica também está se prolongando e levando muitos ao desespero; quando surge mais uma onda que nos ameaça, precisamos entender que Deus está nos falando claramente sobre arrependimento. Até Faraó que era ímpio, entendeu que as pragas enviadas ao Egito eram uma ordem para confissão de pecados e arrependimento e assim ele o fez:

Então Faraó se apressou a chamar a Moisés e a Arão, e disse: Pequei contra o Senhor vosso Deus, e contra vós.Agora, pois, peço-vos que perdoeis o meu pecado somente desta vez, e que oreis ao Senhor vosso Deus que tire de mim somente esta morte.Êxodo 10:16,17

Vamos erguer um clamor e pedir a Deus que perdoe os nossos pecados. Que todas as pragas possam cessar, e que não venham outras, em nome de Jesus!

 

FacebookTwitterWhatsApp

COMENTÁRIOS