Marcha da Família Cristã

Um pedido de liberdade em todo o Brasil

FONTE: Ministério Engel

ATUALIZADO: 10 de abril de 2021

FacebookTwitterWhatsApp

Milhares de anos depois, a ordem de Deus para o seu povo se repete: “Diga ao meu povo que marche”! O registro contido no livro de Êxodo, capítulo 14, verso 15, ecoará mais uma vez, no dia 11 de abril de 2021. Cumprindo todos os protocolos de saúde e segurança preconizados pelo Ministério da Saúde, milhares de cristãos atenderão a esse chamado e estarão de volta às ruas das principais cidades dos 26 estados brasileiros mais o Distrito Federal, no próximo domingo. Eles estarão marchando com o objetivo de chamar a atenção das autoridades para a liberdade, pelo direito de trazer o sustento da família e pelo direito do exercício da fé. Israel, Estados Unidos, Alemanha e Portugal também irão participar.

Contexto histórico

Após 400 anos de escravidão, os hebreus, precursores do povo judeu, finalmente foram livres do julgo de Faraó. Após saírem do Egito, sob a liderança de Moisés, eles se depararam com uma situação inusitada: não havia saída para nenhum dos lados para que olhassem. Cercados por montanhas, à frente estava o mar Vermelho e atrás, o furioso exército de faraó.

Então disse o Senhor a Moisés: Por que clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que marchem. Êxodo 14:15

A ordem era clara e precisava ser obedecida, por mais estranha que lhes parecesse. Era isso ou a morte. Mas Deus deu-lhes a recompensa pela obediência e executou juízo contra o maior poder do Egito daquela época, Faraó e seu exército. Todos os soldados foram mortos no momento em que o povo marchava em direção à Terra Prometida.

Para executar juízo contra autoridades endemoninhadas Deus, primeiramente fala com os seus profetas e os leva até a corte do inimigo. Moisés lançou juízo contra faraó, fazendo a leitura das 10 pragas, que são decretos contra os demônios que estão agindo através das autoridades. Naquela noite de Páscoa, Deus executou juízo contra os principados e os espíritos malignos ferindo os primogênitos e, depois, no Mar Vermelho, destruindo para sempre aquele reinado opressor.

Contexto atual

Pastores, Apóstolos e Profetas de todo o Brasil estão empenhados em orar pela nação. Um deles é o Profeta Joel Engel, de Santa Maria, no Rio Grande do Sul. Através de suas redes sociais, ele tem causado uma grande mobilização, convocando líderes de todo o país para lutarem em oração pelo fim da pandemia e de um sistema corrupto que tem levado a nação ao caos em todas as áreas.

“Profeticamente, através de uma live nesta última quinta-feira (08), entramos na Suprema Corte do Brasil e lançamos os decretos das 10 pragas. Profetizamos a Palavra e fizemos o necessário para que haja uma intervenção divina. No final daquela live, anunciamos que estávamos colocando aquela corte e também os governadores, no Tribunal de Deus. Todos nós oramos e estamos na expectativa pelo dia 11 de abril, quando irá acontecer essa grande marcha de cristãos, homens e profetas de Deus”, disse o pastor presidente do Ministério Engel, convidando a todos que puderem a participar da marcha:

“Dias atrás nos reunimos com profetas, apóstolos e intercessores de toda a nação através de vídeo conferência, para apresentar diante de Deus as autoridades e agora nós vamos marchar para que o mar se abra. Deus irá soterrar os maiorais que estão dando força para o espírito do comunismo entrar em nossa nação. Assim, gostaria de convocar todos os apóstolos e profetas para divulgarem nas suas redes sociais o vídeo da marcha e chamar a todos para que nesse domingo coloquem a bandeira do Brasil na porta de suas casas, faça orações, jejuns e marche para que o Senhor julgue o inimigo e execute juízo contra essas autoridades que hoje tentam escravizar o povo de Deus. Diga ao povo que marche”!

 

FacebookTwitterWhatsApp

COMENTÁRIOS