Culto da Família: O Deus provedor

"Você não está em crise, está em Cristo", disse Joel Engel

FONTE: Ministério Engel

ATUALIZADO: 22 de abril de 2020

FacebookTwitterWhatsApp

Nesse momento empresários e empregados estão no mesmo barco. Muitos estão falindo e outros milhares estão perdendo seus empregos, consequentemente. Pensando nestas pessoas, o Culto da Família desta terça-feira (21), falou sobre um Deus de provisão, de milagres e que honra a fé daqueles que se entregam a Jesus.

Quem melhor do que o Apóstolo Joel Engel para falar sobre “provisão”? Ele conhece bem um Deus que, além de todas as suas qualidades, é provedor. Ao longo de sua vida, ele pode experimentar por diversas vezes a prova desse amor que vai além de tudo o que podemos conhecer. Desta forma, a ministração tratou sobre o tema, de uma forma graciosa, com o objetivo de trazer fé e esperança ao coração dos que estavam acompanhando a transmissão através das plataformas digitais do Ministério Engel.

O profeta deu seguimento ao seu testemunho, iniciado na semana anterior, entrando na fase em que viveu, após a cura da sua esposa. Deus encontrou um meio de se manifestar àquele casal; “Um dia um empresário falido me encontrou sendo abençoado por Jesus. Ganhei um carro novo e estava me tornando um pregador conhecido internacionalmente, mas aquele empresário conhecia a minha história e sabia que eu não poderia estar naquela situação tão próspera. Meio sem graça, ele me perguntou: ‘será que Jesus pode fazer por mim, o que fez por você?’ comecei a conversar com ele e descobri que aquele homem estava prestes a tirar a sua vida. Assim, contei a ele sobre como Jesus promoveu em minha vida a Multiplicação dos Pães”, disse o pastor.

Toda essa experiência do passado deu a Engel conhecimento para hoje, em meio à pandemia do novo coronavírus, se dirigir a uma classe que está muito desesperada. Cobradores batendo na porta, funcionários desamparados, humilhação, filhos com algumas necessidades, entre outros dramas que estão sendo cada vez mais comuns. Caso você se identifique com mais de uma dessas situações, saiba que Joel Engel já passou por tudo isso e muito mais.

Qual a pior pandemia, a doença ou a falência?”

“Eu era um padeiro em crise. A doença da minha esposa tinha me tirado tudo e me deixou uma dívida impagável.
Só me restavam duas opções, ou tirar a minha vida, ou lutar pela minha família. Decidi retomar a padaria e tentar sobreviver dela, mas eu não tinha capital para fazer girar o negócio. Venci uma concorrência para fornecer pão para o exército, mas não tinha nenhum saco de farinha para dar início à produção. Então, fiz uma oração inusitada, coisa de novo convertido. Eu pedi um empréstimo para Deus. Eu fiz essa oração diante de uma situação desesperadora, mas em meio ao caos eu vi a presença de Deus descendo em forma de uma luz azulada, calma e tranquila, diante dos meus olhos. Há um ano e meio eu não chorava, vivia tenso. A doença da minha esposa me tirou toda a alegria, pois, apesar de sua cura, eu estava falido. Ela havia sido curada para morrer de fome. Quantas pessoas hoje estão endividadas? Faça o que eu fiz, peça um empréstimo para Deus! Você não está sozinho! Essa mensagem hoje é para você”, disse Engel e continuou: “Não tire a sua vida, pois Deus pode te dar uma nova vida”!

Jesus é o provedor dos provedores! No Novo Testamento é possível conhecer seus feitos maravilhosos: Ele multiplicou os pães e peixes duas vezes; retirou dinheiro da boca do peixe para pagar impostos; Ele também andou por sobre as águas e abençoou os apóstolos na pesca milagrosa. Foi baseado nesse Jesus que realiza milagres, que Engel prosseguiu seu testemunho:

“Eu senti a mão de Deus naquela sala. Saí e liguei para o tenente para confirmar a entrega do pão para o exército, pela fé. Logo chegou alguém que me devia e me pagou. Com o dinheiro eu consegui comprar uma farinha não tão boa. Apenas dois sacos, quando precisávamos de 5. Os padeiros testemunharam um milagre naquela padaria pois eles achavam que sairia um pão de péssima qualidade. Eu fui para casa dormir e sou prova de que Deus trabalha enquanto seus filhos dormem. Na madrugada, ao abrir o forno, eles se assustaram, pois nunca viram um pão tão grande, tão bonito e tão saboroso. Deus se manifestou como o padeiro dos padeiros. No outro dia, ao chegar no exército, ficamos com medo pois o pão era pesado e contado, não iríamos bater a meta do contrato. Mas houve uma multiplicação extraordinária. Tanto o peso quanto a quantidade bateram exatamente conforme o contrato. Aos 30 dias de contrato, ganhamos a nova concorrência, mês a mês. Foram 90 dias de milagres, de multiplicação. Fiz um acordo com o comandante para que ele me pagasse os 90 dias para que eu pudesse acertar as dívidas e tirar a nota fiscal. Fui ao Banco e recebi a maior quantia da minha vida até aquele dia. Saí daquele banco com uma sacola cheia de dinheiro. A gente está preparado para as coisas ruins, e as boas, chegam a nos assustar. É impressionante o poder de Deus. Naquela época eu só O conhecia de ouvir falar. Jesus me supriu! Em três meses de convertido, Jesus mudou a minha vida! Cheguei em casa e comecei a brincar com meu filho Tiago com aquele monte de dinheiro. Nunca imaginei, nunca ninguém disse que Deus poderia prover e me salvar das dívidas, mas eu conheci o verdadeiro provedor e me apaixonei por Jesus. Eu disse para o meu filho: ‘a partir de hoje, miséria nunca mais!’ Jesus curou a minha esposa, pagou as nossas dívidas”.

Engel trouxe essa mensagem preocupado com tantos empresários e chefes de família, que devem estar pensando em tirar as suas vidas. Ele sabe o que é dívida, o que é doença: “Em 90 dias com Jesus eu ganhei até a quinta concorrência. Na sexta, o concorrente colocou um preço muito abaixo da unidade do pão. Passei um mês pregando, testemunhando. Depois disso, voltamos a vencer as concorrências e a prosperar ainda mais. Deus salvou a minha esposa do corredor da morte, de processado, passei a ser honrado! Como eu me apaixonei por esse Deus que nos defende e cuida de nós! Eu não poderia ficar preso dentro de uma padaria, eu precisava testemunhar para o mundo todo que Jesus salva, liberta e transforma. Assim, abri mão da vida de empresário para ser servo do Senhor Jesus. Saiba, que nem tudo está perdido”, disse com fé e muita unção.

Mas Engel, antes disse tudo acontecer, havia feito um voto de dar o dízimo, caso Deus o livrasse de todos aqueles problemas. Estava na hora de cumprir: “Quando eu cheguei em casa com aquele mundo de dinheiro, lembrei de um voto que fiz de dar o dízimo. O valor era alto, daria para comprar um carro zero. Eu fui até o pastor que pregou sobre o dízimo para mim e devolvi o que pertencia ao Senhor. Naquele dia eu entendi que o que damos para Deus é nada perto do que Ele nos dá”, disse Engel e continuou: “O que Jesus fez por mim, pode fazer por qualquer um. Não é hora de crise, é hora de Cristo! A maior pandemia que o mundo está passando é o desemprego, a falência, mas Jesus pode entrar em sua empresa e na sua vida financeira”.

Lembra do empresário falido que mencionamos no início dessa matéria? Ele estava à caminho de uma ponte, de onde planejava se jogar. “Eu disse a ele: ‘se você fizer por Jesus, o que eu fiz por Ele, eu tenho certeza de que Ele fará por você o que fez por mim”, disse o profeta.

Engel terminou a pregação orando juntamente com sua família pelos internautas, entregando as vidas de todos à Jesus e pedindo a proteção divina pelos empresários e pelos trabalhadores do Brasil. “Diga ao Senhor que se Ele te tirar dessa, você vai servi-Lo”!

Assista à essa pregação completa em uma das nossas plataformas digitais. Tenho certeza de que Deus falará tremendamente ao seu coração.

 

FacebookTwitterWhatsApp

COMENTÁRIOS