Apóstolo Joel Engel ministra em reunião do CAB

Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo ao qual escolheu para sua herança. Salmos 33:12.

FONTE: Ministério Engel

ATUALIZADO: 25 de fevereiro de 2020

FacebookTwitterWhatsApp

Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo ao qual escolheu para sua herança. Salmos 33:12.

A primeira reunião de 2020 do CAB – Conselho Apostólico Brasileiro aconteceu na tarde da terça-feira (18), em um clima de bastante otimismo e fé. Dando continuidade aos encontros em Brasília, os líderes estiveram reunidos para orarem pela nação, diante dos constantes ataques que o governo vem recebendo da oposição, apoiada pela grande mídia.

Convidado para ministrar uma palavra aos líderes e componentes do CAB, o Apóstolo Joel Engel trouxe uma meditação baseada no capítulo 1 do livro de Josué, nos versículos 8 e 9: “então farás prosperar o teu caminho e serás bem sucedido”. Engel falou sobre o significado equivocado da palavra “prosperidade” que foi deturpado ao longo do tempo, quando na verdade, ela está ligada a bênção e se relaciona com todos os níveis de vida de um indivíduo – físico, emocional, material e especialmente a vida espiritual, que dá destino ao ser humano. “O que Deus espera de um líder?” – perguntou o profeta e continuou – “Nós sabemos que Deus espera saúde, então promovemos reuniões de cura; no segundo nível a vida emocional, família, filhos, por isso trabalhamos muito nessa área; o terceiro nível é pouco entendido, que é a parte financeira, que não é apenas dinheiro, mas é a conquista de territórios. Deus tirou o povo do Egito com poder de construir cidades, possuir nações; e o quarto nível é o espiritual, que é extraordinário. Na trajetória de Moisés à terra prometida 10 líderes foram desclassificados, mesmo sendo príncipes predestinados a chegar lá, simplesmente pela prática do Lashon Rará (língua maldita), o pior dos pecados”.

Joel Engel também fez uma reflexão sobre o que Deus não quer dos seus líderes: “Mente de escravo, visão para baixo, boca maldizente e ouvidos tapados. Esses quatro elementos formam uma rebelião”, disse mostrando as qualidades de Josué que o fizeram ser o sucessor de Moisés, entrando assim na Terra Prometida.

 

Engel aceitou o convite para ser um dos participantes da comissão do jubileu, liderada pelo apóstolo Paulo de Tarso. A reunião foi encerrada com muita alegria e com todos renovando a aliança com a população brasileira, para que o legado do evangelho seja transferido às novas gerações.

Na manhã do dia seguinte (19) os líderes foram juntos para o congresso nacional onde participaram do culto da frente parlamentar. Senadores, deputados, assessores parlamentares, pastores e apóstolos de diversas denominações, começaram o evento adorando, intercedendo e celebrando a santa ceia. Na sala 15 do congresso nacional, eles tiveram um tempo precioso com o deputado Sóstenes, onde puderam ter um panorama do Brasil. Após ouvirem e pontuarem as questões da liderança do presidente Jair Bosonaro, eles oraram mais uma vez. Ao final, Engel sugeriu que os pastores e apóstolos do CAB pudessem ser ouvidos pelo presidente: “assim como o Rei Davi tinha os seus conselheiros, o governante maior do país poderia ouvir homens sábios, que têm intimidade com Deus”.

FacebookTwitterWhatsApp

COMENTÁRIOS