Orem pela paz de Israel!

Em tempos de ataques terroristas, Engel levanta seus guerreiros a favor da Terra Santa.

FONTE: MINISTÉRIO ENGEL

ATUALIZADO: 7 de maio de 2019

FacebookTwitterWhatsApp

Depois de um final de semana turbulento em Israel a segunda-feira (06) começou em paz no Oriente Médio. Israel e movimentos de resistência Palestina chegaram a um acordo de cessar fogo, após uma série de ataques terroristas de autoria do grupo Hamas. Os projéteis lançados da Faixa de Gaza em regiões habitadas por civis,mataram 4 israelenses e o país teve que revidar.

Em pronunciamento dirigido aos brasileiros, o Excelentíssimo Senhor Embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley disse que os terroristas estavam mirando não mais em bases militares, mas em escolas, residências e comércios, tentando atingir crianças, jovens e adultos. “Também é importante dizer que os mísseis vindo do lado de lá estão sendo lançados de dentro de mesquistas, escolas, hospitais e residências civis,  utilizando uma estratégia moralmente condenável contra o seu próprio povo com o intuito de forçar o exército israelense a revidar nesses pontos sem nos dar escolha de poupar vidas de inocentes que nada tem a ver com isso, disse Shelley se referindo aos 23 palestinos que foram mortos. Ele ainda ressaltou que se não fosse o sistema tecnológico que intercepta os mísseis no território israelense, o número de mortos seria incontável.

Yossi Shelley também criticou o posicionamento tendencioso da mídia, que não mostra a real situação,enquanto as organizações terroristas assassinas tiram odireito dos judeus de terem uma vida normal. Ele também cobrou da ONU a não aprovação da resolução proposta pelos EUA, com o apoio do Brasil e de mais 28 países de diferentes continentes, que condenava o Hamas por ataques contínuos e por incitar violência contra cidadãos civis israelenses: Quem olhará por nós se não nós mesmos?”Indagou.

O primeiro-ministro israelense Benyamin Netanyahu também se pronunciou sobre o assunto, e aproveitou para mandar um recado para os líderes e militantes do Hamas, agradecendo ironicamente por eles terem motivado a união do povo judeu: “enquanto você continua a lançar mísseis mortais indiscriminadamente, com a intenção de mutilar e assassinar o maior número possível de civis, enquanto você se refugia covardemente atrás de seus próprios civis – você continua a nos inspirar a manter nossa união.  Quaisquer que sejam as disputas que os judeus possam ter um com o outro, agora sabemos que temos um objetivo comum: derrotaremos você”. Ainda no discurso, Netanyahu ordenou que fossem cessados os disparos de foguetes: “Se você não cumprir nosso ultimato, estaremos chegando e, com a ajuda de Deus, desta vez não sairemos. (…) Se você continuar a atacar nossos cidadãos, continuaremos a rolar para o sul, expulsando-o do território que você nunca mais irá contaminar com sua presença maligna”.

Falando a respeito da propaganda enganosa que intitula os judeus como responsáveis pelo motivo dos ataques, o primeiro Ministro ainda pediu a todos que divulgassem em suas redes sociais informações verdadeiras sobre a real situação de Israel e seu povo, ajudando a combater o ódio propagado não só pelo Hamas, mas também pelo Hezbolah e pela Jihad Islâmica.

Os ataques da fronteira contra Israel vêm ocorrendo constantemente, mas esse foi considerado o mais sério desde novembro do ano passado, por isso o Apóstolo Joel Engel não cessa as orações pela Terra Santa: Em nossas orações 24/7, Israel sempre está presente. Independente das mentiras propagadas pela mídia, sabemos que Israel é a terra escolhida por Deus e por isso é tão atacada. Somos amigos de Sião e não vamos deixar de lutar pois a nossa luta não é contra carne nem sangue, mas contra os principados que estão atuando dentro de toda essa guerra de terror.

FacebookTwitterWhatsApp

COMENTÁRIOS