Segunda parte do Alinhamento Profético 2018 é marcada pelos testemunhos

A segunda parte do Alinhamento Profético 2018 ficou marcada pelos testemunhos e experiências compartilhadas pelo apóstolo Joel Engel

FONTE: Ministério Engel

ATUALIZADO: 24 de Abril de 2018

FacebookTwitterWhatsApp

A segunda parte do Alinhamento Profético 2018 ficou marcada pelos testemunhos e experiências compartilhadas pelo apóstolo Joel Engel, presidente do Ministério Engel e conferencista oficial do evento. O apóstolo falou sobre suas experiências pessoais e compartilhou alguns acontecimentos das viagens realizadas no último semestre.

O pastor Marcos Corrêa conduziu a segunda parte do evento, compartilhando alguns testemunhos sobre sua viagem ao continente africano, juntamente com a equipe de voluntários do Projeto Daniel, que é um projeto de ajuda humanitária desenvolvido pelo apóstolo Joel Engel para ajudar crianças carentes em diversos países da África.

“A minha vida mudou naquele lugar, ver aquelas crianças e a necessidade daquele povo me comoveu grandemente”, comentou o diretor do portal Guiame.

O pastor Marcos Corrêa, bastante emocionado por conta das imagens que foram transmitidas em um telão, levou os participantes a dobrarem os joelhos por alguns minutos e orarem pela África, pedindo a Deus para que ajude a desenvolver o Projeto Daniel em todos os países africanos onde existem crianças carentes.

Em seguida, o apóstolo Joel Engel assumiu o microfone e lembrou momento em que pregou para tribo isolada de Uganda, na cidade de Kasese, a oeste. O local que faz parte do Reino de Rwenzururu era conhecido pelos sacrifícios de crianças.

O líder brasileiro lembrou momento em que desafiou as autoridades daquele local, afirmando que Deus havia lhe dado autoridade para destronar principados e proclamar um novo tempo para aquela região, onde não haveria mais sacrifícios de crianças.

Ungindo o novo rei

Após terem deixado a região, houve relatos de que as pessoas que dobraram seus joelhos a Jesus Cristo foram torturadas pelo rei, mas durante a ministração o apóstolo Joel Engel já havia lançado um decreto de que o rei matador de crianças seria retirado por Deus e um novo rei seria levantado.

Enquanto relatava este ocorrido, Joel Engel pediu para que o africano Bahura Dosweit se aproximasse do palco, este havia sido interprete durante a viagem ao continente africano, mas também havia sido um dos sacerdotes que sacrificava crianças e era um dos herdeiros do trono no Reino de Rwenzururu.

O conferencista Joel Engel lembrou que foi levado, ainda em solo africano, a ungir aquele jovem como novo rei daquele reino com mais de 6 milhões de habitantes e que aquela consagração foi reconhecida pelo presidente de Uganda, Yoweri Museven,  que entregou os documentos necessários e uma escolta armada do exército para Dosweit, além de declarar a prisão do antigo rei.

Dosweit, que deve assumir o reinado nos próximos meses, relatou que havia fugido de lá ameaçado de morte, mas que agora voltaria para seu reino como novo líder, devido a unção que havia sido liberada pelo apóstolo Joel Engel.

“Naquele momento quando o profeta Joel estava orando por um rei, eu senti todo o medo do coração saindo e senti uma presença de Deus. Naquela hora uma voz me falou: ‘você tem que voltar ao trono’. Pessoas me procuraram dizendo para eu voltar ao trono, pois o outro rei estava sendo cruel”, disse Dosweit.

Durante o Alinhamento Profético o presidente de Uganda enviou uma mensagem ao apóstolo Joel Engel agradecendo por suas orações pelo país e pelo trabalho desenvolvido através do Projeto Daniel, que tem ajudado a cuidar de milhares de crianças em solo africano.

Após compartilhar sua experiência na África, o apóstolo Joel Engel declarou que todos os cristãos são como reis e sacerdotes, chamados para serem influentes e representarem um reino eterno, o Reino de Deus. “Você precisa sair daqui com essa palavra, você é rei e sacerdote. O sacerdote intercede por coisas espirituais, mas o rei pelas coisas terreais”, declarou Engel.

Por fim, os líderes que participavam do evento foram convidados a virem à frente para servir a Santa Ceia, relembrando o sacrifício vicário de Jesus Cristo na cruz. Enquanto participavam da Ceia do Senhor, foram entoados louvores pela banda “Ministério Os Flores”.

Mais informações pelo whatsapp 055 99748874

Fonte: www.ministerioengel.com

FacebookTwitterWhatsApp

COMENTÁRIOS