Reconhecendo o verdadeiro profeta de Deus

Como o profeta de Deus pode ser identificado através da mensagem que está sendo transmitida.

FONTE: MINISTÉRIO ENGEL

ATUALIZADO: 30 de novembro de 2018

FacebookTwitterWhatsApp

“O Senhor teu Deus te levantará um profeta do meio de ti, de teus irmãos, como eu; a ele ouvireis.” (Deuteronômio 18.15)

O Senhor prometeu ao povo de Israel que sempre haveria um profeta, cujo propósito era transmitir a mensagem do Eterno. Ao contrário das outras nações, o povo israelita não deveria dar ouvidos aos prognosticadores e aos adivinhadores (Deuteronômio 18.14), mas aquilo que o Ele falaria através dos ungidos. Ele também alerta sobre os falsos profetas, instruindo o povo a reconhecer as palavras que vem d’Ele.

“Quando o profeta falar em nome do Senhor, e essa palavra não se cumprir, nem suceder assim; esta é palavra que o Senhor não falou; com soberba a falou aquele profeta; não tenhas temor dele.” (Deuteronômio 18.22)

Portanto, conforme orientação na Palavra de Deus, o jeito de saber se aquele profeta é do Senhor ou não, é que se a palavra vem do Eterno, ela vai se cumprir. Caso contrário, a palavra dita não se cumprirá e aquele que a entregou será identificado como um falso profeta e suas palavras não devem ser ouvidas. A este profeta não devemos temer, porém ao profeta verdadeiro, a orientação do Senhor é para que as pessoas honrem a ele.

Essa instrução divina era extremamente importante, pois revelava o desejo de Deus em instruir, orientar e guiar o Seu povo. Para isso, eles teriam de obedecer a Sua voz, que falaria através dos profetas, ignorando os feiticeiros, adivinhadores, prognosticadores, gurus e falsos profetas. Era necessário ao povo uma completa submissão a voz profética, respeitando e honrando os enviados do Senhor.

Ao povo o Senhor promete: “Eis lhes suscitarei um profeta do meio de seus irmãos […] e porei as minhas palavras na sua boca, e ele lhes falará tudo o que eu lhe ordenar” (Deuteronômio 18.18). Isso significava que a voz profética sempre seria levantada para falar tudo àquilo que o Senhor tivesse o desejo de transmitir.

Através destas orientações, o Todo Poderoso está prometendo manter sua voz ativa ao longo das gerações, de forma que falaria ao povo por meio de homens e mulheres que seriam enviados para falar tudo o que Ele ordenasse. Não seria qualquer pessoa, mas somente aqueles que tivessem dispostos a obedecer a Ele. E, por isso, o Senhor diz que os profetas deveriam ser honrados.

Muitas pessoas se levantam contra os profetas ungidos por Deus. Em nossos tempos temos até alguns que dizem ter um chamado para “bater” em pastores, apóstolos, profetas, mestres, mas isso é contrário ao que diz a Palavra de Deus. A Bíblia instrui: “Não toqueis em meus ungidos, não maltrateis meus profetas!” (Salmos 105.15).

É muito perigoso quando julgamos alguém como sendo falso profeta, pois estamos exercendo uma tarefa que pertence a Deus. Somente o Senhor pode revelar se alguém está transmitindo palavras que Ele não mandou transmitir. Existe, portanto, um princípio de hierarquia neste aspecto, onde somente pessoas delegadas por Deus podem apontar se alguém é um falso profeta.

Além disso, tenho pra mim que isso nunca deve ser feito em público, para não corrermos o risco de estar causando amargura em alguém. Imagine se julgamos alguém como falso profeta e este na verdade cumpria uma missão divina? Ao expor publicamente essa pessoa, certamente poderíamos afastá-la totalmente dos caminhos do Senhor.

Profeta

O termo profeta aparece na bíblia hebraica aparece 316 vezes como sendo “aquele que leva a voz”, o que revela que o profeta é quem anuncia, como porta-voz de Deus, a mensagem para o Seu povo. Isso revela a importância deste ministério diante do Senhor, pois trata-se de alguém que está empenhado em transmitir uma mensagem divina, sendo obrigado a rejeitar suas próprias convicções.

Portanto, o profeta é a pessoa escolhida para anunciar os desígnios divinos, predizendo acontecimentos e levando mensagens de Deus. É um mensageiro do Altíssimo, que comunica tudo aquilo que Ele deseja falar. Alguém que muitas vezes é levado a transmitir mensagens duríssimas, colocando em risco a própria vida, como no caso do profeta Elias, no Antigo Testamento (1 Reis 17.1).

A palavra grega traduzida no Novo Testamento como “profeta”, significa “proclamador ou aquele que diz algo divino”. Assim como na tradução hebraica, a palavra grega também leva ao entendimento de que o profeta do Senhor tem o firme propósito de transmitir uma palavra inspirada pelo Todo Poderoso.

Conclusão

Creio que estamos entrando em um tempo em que Deus voltará a levantar os profetas como nos tempos bíblicos. Acredito que assim como o Senhor levantou Elias, Eliseu, Jeremias, Isaías, Amós, tantos outros profetas que exerceram um ministério poderoso, também serão levantados homens e mulheres em nossos dias, com o propósito de levar a mensagem de Deus aos homens.

Através destes profetas, novos ungidos serão levantados por Deus para anunciar o Grande Dia do Senhor. Tudo está apontando para isso. Estamos vendo que o Eterno já começou a preparar os Seus para iniciar essa grandiosa missão, que creio que será a última antes do estabelecimento da Nova Jerusalém. Mas precisamos estar atentos para reconhecer os verdadeiros profetas e ouvir aquilo que eles estão transmitindo.

 

 

FacebookTwitterWhatsApp

COMENTÁRIOS