O ódio gratuito e milenar dos inimigos de Israel

Há milênios Israel sofre duros ataques de seus inimigos, mas o Senhor Deus tem sustentado com braço forte essa nação.

FONTE: GUIAME, JOEL ENGEL

ATUALIZADO: 13 de maio de 2019

FacebookTwitterWhatsApp
Bandeira de Israel nas Colinas de Golan. (Foto: Reprodução/Ronald Jansen).
Bandeira de Israel nas Colinas de Golan. (Foto: Reprodução/Ronald Jansen).

 

No último domingo (5), Israel foi alvo de mais de 600 foguetes, disparados a partir de Gaza em menos de 24 horas. A notícia parece assustadora. Mas infelizmente faz parte de uma realidade preocupante e cada vez mais evidente no Oriente Médio. O ataque foi comentado pelo Embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley.

“Caros amigos, desde ontem estamos dia e noite sob ataques terroristas em Israel.

Até o momento, já foram lançados mais de 450 foguetes partindo da FAIXA DE GAZA para regiões onde residem cidadãos civis.

O alvo tem sido direcionado não para bases militares, mas para escolas, residências e comércio com o propósito de fazer com que crianças, jovens e adultos sejam mortalmente atingidos”, afirmou.

“Também é importante dizer que os mísseis vindos do lado de lá estão sendo lançados de dentro de mesquitas, escolas, hospitais e residências civis, utilizando uma estratégia moralmente condenável contra o seu próprio povo com o intuito de forçar o exército israelense a revidar nesses pontos sem nos dar escolha de poupar vidas de inocentes que nada tem a ver com isso”, escreveu.

“Já contabilizamos mais de 56 feridos e 5 mortes, mas este número segue crescendo e poderia ter sido muito maior se não contássemos com um aparato tecnológico que nos permite interceptar com eficiência um grande número de mísseis”, acrescentou.

Apesar deste tipo de notícia parecer chocante para nós, basta folhear um pouco a Bíblia que será possível encontrar que Israel sempre teve inúmeros inimigos, que o atacaram o oprimiram durante séculos, seja por grandes impérios, como o egípcio (Antigo Testamento) e o Romano (Novo Testamento) ou em contextos de guerras, como os filisteus e amonitas.

Nos dias de hoje, os ataques ganharam outro perfil, travestidos pelas falácias da grande mídia e até mesmo artimanhas ardilosas movimentadas com certo teor “diplomático”. A comunidade internacional tem fechado os olhos para as investidas desleais de povos como a Palestina e o Irã contra Israel.

Já estive várias vezes na Faixa de Gaza para orar por Israel, clamar a Deus por paz naquela região. Era possível ouvir as explosões dos bombardeios, que faziam a terra tremer.

Mas por que Israel sofre tantos ataques? Por que seus inimigos destilam um ódio gratuito e milenar, que não cessa nunca? Os inimigos desse povo escolhido por Deus têm sede de sangue e creio que tamanha ira seja motivada apenas por um motivo central: porque os judeus têm o DNA de Deus.

Os judeus têm em seu DNA a marca de Deus. Isso provoca ciúmes, inveja, o ódio por parte das pessoas que praticam o mal.

Os judeus têm em suas raízes Abraão, Isaque, Jacó, José e depois passando pelos 12 príncipes, as 12 tribos que formaram a nação de Israel. Foi também do meio dos judeus que nasceu o nosso redentor, Jesus Cristo.

Por todos esses motivos, aqueles que odeiam a mensagem de Jesus são também fissurados em um desejo interminável de matar os judeus e exterminar o povo israelita, mas sem sucesso. A prova disso é que há milênios Israel sofre duros ataques de seus inimigos, mas o Senhor Deus tem sustentado com braço forte essa nação.

Por isso, aos inimigos de Israel, cabe o alerta: suas tentativas serão sempre em vão, pois o Senhor dos Exércitos está com essa nação e a fará sempre vitoriosa.

Que Deus derrame paz sobre Israel.

Por Joel Engel, pastor, líder do Ministério Engel, em Santa Maria (RS) e fundador do Projeto Daniel, que ajuda crianças órfãs em países da África.

FacebookTwitterWhatsApp

COMENTÁRIOS