Deus envia o exército de Israel para ajudar Brumadinho

O nosso país está de parabéns por sua atitude de aproximação com Israel.

FONTE: Guiame

ATUALIZADO: 31 de janeiro de 2019

FacebookTwitterWhatsApp
Exército de Israel em seu primeiro dia no Brasil. (Foto: IDF)
Exército de Israel em seu primeiro dia no Brasil. (Foto: IDF)

 

Na manhã desta segunda-feira (28), a região de Brumadinho recebeu soldados de Israel, enviados para usar seus conhecimentos específicos em resgates em situações críticas para ajudarem nas buscas por pessoas desaparecidas após o desastre da barragem da Vale. 136 militares especializados em resgate e 16 toneladas de equipamentos estão sendo usados para esta missão.

Olhando pelas lentes meramente humanas, não é possível negar que esta ajuda é mais do que bem-vinda. Pelas lentes políticas, entendemos que este é um resultado do importante passo que o nosso presidente Jair Bolsonaro deu em direção ao estreitamento de laços com Israel. Porém, analisado pelas lentes espirituais, sob a luz da Bíblia, este envio de soldados israelenses a Brumadinho, neste momento crítico, é o cumprimento da palavra que está em Gênesis 12.

“E abençoarei os que te abençoarem, e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra”. (Gênesis 12:3).

Obviamente, a bênção não está no mar de lama que se formou com o rompimento da barragem na região de Brumadinho. Pelo contrário, esse mar de lama é resultante de toda a lama que correu pelo Congresso Nacional durante os últimos 16 anos de um (des)governo vermelho, que elevou à décima potência a corrupção já existente.

Porém, Deus é poderoso e misericordioso. Mesmo em meio a tanta lama, em meio a tanto sofrimento, tantas perdas, Ele consegue mostrar o Seu amor e Sua graça, fazendo com que pela primeira vez na história, o exército de Israel viaje em missão internacional com este propósito de resgatar pessoas em terras estrangeiras.

Quantas vezes nós lemos na Bíblia que o exército de Israel entrou em batalhas? Ainda em Gênesis, mesmo, podemos ver quando Abraão foi socorrer seu sobrinho Ló, com 312 homens. Em outro momento vemos o exército de Israel enfrentando os filisteus em guerra. Mas agora nós vemos o exército de Israel entrando no Brasil, em uma missão totalmente oposta à guerra, em uma missão para salvar vidas, resgatá-las do caos, da lama. Que bênção é para o Brasil, ser a razão pela qual Israel abre esta exceção.

A profecia que antes víamos apenas escrita na Bíblia, hoje vemos se cumprindo, sendo noticiada nas páginas dos jornais.

Junto a esses 136 militares, milhares de anjos adentraram nosso território brasileiro, liderados pelo arcanjo Miguel, o guardião de Israel.

Eu fico como quem sonha, assistindo o exército de Israel adentrando nossas fronteiras para nos ajudar neste momento de tanta dor, restaurando a nossa esperança e trazendo alento ao nosso povo.

Este é o resultado de uma aliança, que trouxe bênção, como está escrito na passagem que citei anteriormente. O nosso país está de parabéns por sua atitude de aproximação com Israel e o nosso presidente Jair Bolsonaro, sem dúvidas, está sendo usado por Deus para ratificar essa aliança. Em tão pouco tempo da retomada dessa aliança (já plantada pelo brasileiro Oswaldo Aranha, em 1947, com seu voto decisivo na Assembleia da ONU, para a criação do Estado-nação de Israel) já podemos ver os resultados tão claros dela.

Enquanto oro pela restauração de Brumadinho e para que Deus console os corações de tantas famílias que perderam seus entes queridos, suas casas e se encontram desolados neste momento trágico, fico a pensar no que mais Deus poderia estar reservando para a nossa nação, como fruto desta linda relação entre Brasil e Israel. Que Deus fortaleça esta amizade entre ambas as nações, que não tenho dúvida, nasceu no coração de Cristo.

Por Joel Engel, pastor, líder do Ministério Engel, em Santa Maria (RS) e fundador do Projeto Daniel, que ajuda crianças órfãs em países da África.

FacebookTwitterWhatsApp

COMENTÁRIOS