Bolsonaro vem como resposta de oração pelas próximas gerações

Clamamos a Deus, pedindo que nossos filhos e netos pudessem receber como herança uma nação onde reina a paz.

FONTE: GUIAME, JOEL ENGEL

ATUALIZADO: 21 de junho de 2019

FacebookTwitterWhatsApp
Bolsonaro segura nos braços o pequeno Noach, neto do pastor Joel Engel. (Foto: Arquivo pessoal)
Bolsonaro segura nos braços o pequeno Noach, neto do pastor Joel Engel. (Foto: Arquivo pessoal)

 

Na noite do último sábado (15), Jair Bolsonaro chegou a Santa Maria (RS) e foi recebido com muita alegria pela população da cidade. Como é de costume, eu estava no monte, orando e quando voltei para casa, vi aquela multidão de pessoas na rua, para saudar o nosso presidente. Vi também o meu filho, Júnior, com um cartaz escrito assim: “Sr. Presidente, tire uma foto com o meu filho”.

Puxa! Confesso que me comovi com a fé do meu filho, que acreditou que Deus tocaria o coração do presidente para ler aquele cartaz com olhos de bondade. Por isso, respeitei a emoção que aquele momento gerou no meu caçula. Parte de uma geração que tem grande responsabilidade pelas mudanças que estamos vendo hoje em nosso país, Júnior já era fã do Bolsonaro, antes mesmo do militar se candidatar à presidência da República. Foi o nosso filho, inclusive, o primeiro a falar do capitão em nossa casa.

Quando vi toda aquela movimentação, resolvi acompanhar a multidão que seguia o nosso presidente. Afinal, desde que o presidente foi esfaqueado em Juiz de Fora (MG) não deixo mais de orar um só dia por Bolsonaro e tenho visto cada vez mais que minhas orações não são em vão, mas mesmo assim, não tinha nenhuma pretensão de ser visto pelo capitão.

Me aproximei do meu filho, que permanecia com aquele cartaz e, quando menos esperávamos, os carros da comitiva que acompanhavam o presidente pararam bem perto de nós e Jair Bolsonaro desceu de seu veículo para atender ao pedido do meu filho. Sorridente, o capitão pegou meu neto, Noach, em seus braços.

Apesar da minha confissão de ter achado o pedido de meu filho ao presidente de uma certa ingenuidade, aquela cena, do meu neto nos braços do presidente acabou ganhando uma simbologia mais significativa em meu coração, mexeu com as minhas emoções e confesso que não contive minhas lágrimas.

Eu chorei, porque naquele momento, entendi que não somente a pessoa de Jair Bolsonaro em si, mas seu governo, de forma mais ampla, foi uma resposta de Deus às nossas orações.

Resposta de oração

O governo Bolsonaro se levantou em um momento extremamente crítico vivido pelo Brasil. Até então, o sistema de governo adotado durante pelo menos 16 anos estava corrompendo as gerações mais jovens, transformando crianças, adolescentes e jovens em adoradores de Baal. Por isso, oramos e profetizamos para que o governo de linha comunista caísse no Brasil.

Eu clamei a Deus, pedindo que os meus filhos e netos pudessem receber como herança uma nação onde reina a paz, por meio da proclamação do nome de Jesus Cristo. Esta sempre foi a minha maior preocupação.

De repente, aqui na nossa terra, uma região do Brasil onde no passado a Nova Era ganhou muita força quando chegou ao país — o que trouxe muita maldição à nossa terra — estávamos agora diante de nosso presidente, eleito e reconhecido pelo povo como autoridade.

Confirmação

Enquanto eu via meu neto nos braços de Bolsonaro, Deus falou ao meu coração que aquele governo será em prol de nossas crianças, da segurança de nossas famílias. Naquele momento tive ainda mais certeza de que este novo governo não será por si só a solução para todos os males de nossa nação, mas será usado pelo Senhor para cuidar do Brasil, para ajudar o nosso país a se reerguer, a se libertar das amarras da doutrinação ideológica, a começar pelas novas gerações.

Diante daquela cena, senti a voz de Deus me falando: “Podes confiar. Teus filhos e netos serão abençoados”.

Continuemos a colocar Bolsonaro, sua família e todo o seu governo em nossas orações. Sua gestão está disposta a enfrentar tudo o que de pior foi usado por Satanás para aprisionar o nosso país durante muito tempo.

A cada boa medida que esse novo governo adota e anuncia oficialmente, o inimigo de nossas almas fica mais enfurecido, pois vê que milhões de pessoas antes oprimidas pela ideologia maligna que ele usava agora estão a caminho da libertação.

Muitos serão os ataques contra o nosso presidente, mas se ele contar com o Brasil de mãos dadas, todos unidos em uma grande campanha de oração, para que Deus lhe dê sabedoria e discernimento em cada uma de suas decisões, bem como a seus ministros e secretários, não lhe faltará forças para continuar firme nessa guerra, que sem dúvida, atinge níveis espirituais.

Por Joel Engel, pastor, líder do Ministério Engel, em Santa Maria (RS) e fundador do Projeto Daniel, que ajuda crianças órfãs em países da África.

FacebookTwitterWhatsApp

COMENTÁRIOS