A unção de Elias no Brasil

O mover espiritual que traz autoridade para ungir governantes que temem a Deus.

FONTE: MINISTÉRIO ENGEL

ATUALIZADO: 2 de novembro de 2018

FacebookTwitterWhatsApp

“Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor.” (Malaquias 4.5)

Elias foi um dos maiores profetas que já passou pela Terra (sua história está registrada em 1 Reis 17 e em 2 Reis 2). Através de uma unção poderosa que impactou vidas, este profeta foi usado para combater a imoralidade e a perversão de governantes corruptos.

Quando Elias surgiu no cenário bíblico, o Reino de Israel estava sendo governado por autoridades corruptas, confrontar esse comportamento era o grande desafio para o profeta do Antigo Testamento. O cenário catastrófico incluía um rei corrompido e uma rainha perversa, que tentava implantar costumes condenados pela Lei do Senhor. O grande profeta então confronta a corrupção através da unção.

O profeta Elias enfrentou aqueles que corrompiam o povo em sua época, defendendo a integridade da Nação Eleita. Elias sabia que para as bênçãos virem sobre a nação era preciso restaurar os valores, pois somente assim a adoração poderia ser recebida por Deus.

Todas as vezes que os valores estavam ameaçados, Deus levantou seus profetas, não seria diferente nos tempos de Elias, quando o pior rei, Acabe, está exercendo autoridade, casado com a pior rainha, Jezabel. A voz do Senhor precisava ser ecoada através de alguém que se colocasse a Sua disposição.

Derramando unção

Em 2009, o Senhor me mandou percorrer o Brasil do Sul ao norte profetizando que a “unção de Elias estava sendo derramado sobre o Brasil

O Senhor me enviou ao monte Roraima, montanha da tríplice fronteira entre Brasil, Venezuela e Guiana. No alto daquele monte o Eterno me disse para fazer um decreto em favor do país, liberando a unção.

Na época, eu não entendia como poderia acontecer o derramamento desta unção sobrenatural no Brasil. Deus havia me falado através de sonho que essa proclamação deveria ser feita no Dia da Expiação, através do toque do Shofar e da palavra profética.

Em obediência ao Senhor, fui até aquele lugar e liberei o derramar da “Unção de Elias”. A terra seca pela falta de chuvas, a crise hídrica e os problemas financeiros naquela região traziam a necessidade de um proclamar da bênção de Deus. Mas primeiro as autoridades deveriam reconhecer o agir espiritual.

O propósito principal da unção, reconhecer autoridade de reis, políticos e governantes, pois “não há autoridade que não venha de Deus; as autoridades que existem foram por ele estabelecidas” (Romanos 13.1b). Por isso, através de atos proféticos, nós estivemos orando por autoridades governamentais.

Naquele ato em Roraima, depois do Senhor ter providenciado meios para que declarássemos a unção sobre aquela região, inclusive com um helicóptero disponibilizado pelo governador da época, veio sobre Roraima a maior chuva dos últimos 40 anos.

Brasil transformado

A partir deste ano passamos a percorrer os estados brasileiros fazendo Atos Proféticos para destruir o reinado de Jezabel no Brasil e profetizando um novo governo ungido por Deus.

O Senhor nos mandou levantar a Escola Profética Unção de Elias para treinar os profetas para profetizar a queda do governo corrupto e o derramar da unção de Elias para levantar uma nova geração profética na Igreja.

A unção de Elias levantou uma geração de profetas, e o filho mais notável foi Eliseu, que recebeu a unção dobrada e a missão de ungir aqueles que exerceriam autoridade sobre o povo. Era a unção para proclamar quem poderia reinar sobre Israel.

Nós estamos vivendo o tempo de ver a unção que Eliseu recebeu impactando nossa nação. A unção de Elias está capacitando novas gerações para ungir aqueles que governarão com justiça e integridade, temendo ao nome do Senhor.

Todo o plano de transformar o nosso país em uma terra ateísta, onde a fé em Deus fosse banida das escolas, universidades, instituições e da consciência do povo, por meio da implantação do marxismo cultural, através dos avanços do socialismo, tem sido impedido pelo agir da unção.

O plano de satanás era transformar o Brasil em uma nação comunista, impondo essa ideologia através de governos corruptos, visando à destruição das instituições divinas e dos valores morais da sociedade. Mas o poder de Deus impediu esse plano.

A profunda transformação no Brasil é muito mais do que o resultado da reação da sociedade, mas uma promessa profética que vinha sendo perseguida pela Igreja através da oração e do jejum. É o cumprimento da promessa de transformação do país, através de uma geração de profetas. Trata-se de o derramar de uma unção que tenho ministrado há anos: a “unção de Elias”.

Assista:

Joel Engel diz que Unção de Elias chegou no Brasil

FacebookTwitterWhatsApp

COMENTÁRIOS