• Facebook
  • Twitter
  • Rss
  • Plus

Sobre as críticas

Nov 14
Avalie este item
(0 votos)

Você já recebeu alguma crítica? Não? Nesse caso, você deve estar na barriga da sua mãe ainda. Porque desde que nascemos não paramos mais de ouvir críticas, não estou dizendo que não vamos ouvir elogios, e sim, eu sei que existem críticas boas e ruins, críticas feitas de forma sensata e de forma estúpida, e vamos conversar sobre os dois lados. Sempre ouvimos pais de recém nascidos dizendo: dorme demais, dorme de menos, chora muito, acorda a noite inteira, mama demais, quase não mama, não gosta de banho, não gosta de sair do banho... E essas críticas só vão evoluindo mais e mais, e quando você cresce vêm críticas pelas suas escolhas, seus pensamentos, suas ações, tudo!

 

Críticas são ruins, então? Depende de duas coisas: 1- Da forma como foram feitas e 2- De como são recebidas.

Existe uma forma de expressar sua discordância sobre algo sem precisar perder os modos. Você pode sim e deve expressar sua opinião, o país é livre e nós também, mas você não pode invadir o espaço do outro, com palavras desrespeitosas, com atitudes estúpidas, perdendo toda a educação, ofendendo o objeto da crítica, há limites, e isso não quer dizer te privar da sua liberdade, isso quer dizer você não privar o outro da liberdade dele. Está tudo no jeito como se fala e nas palavras que se usa, não é necessário gritar, não é necessário baixar o nível do seu vocabulário, a mensagem será recebida de forma muito mais eficaz se você tiver dito seus pensamentos de forma coerente e educada, com amor, afinal, você não gostaria de ter seu ponto de vista ofendido, e nem a outra pessoa gosta.

O segundo item que mencionei é: como são recebidas. Quando alguém discorda de você, aponta um defeito, não aprova seu trabalho, etc... Você aceita ouvir isso? Você para e analisa o que a pessoa falou? Será que ela não tinha razão? E aqui estamos falando sobre a crítica feita de forma correta, educada, de forma a te ajudar, não ofender. Precisamos aprender a receber as críticas de forma a examinarmos as nossas escolhas, nossas ações, não quer dizer que sempre vamos ter que mudar por causa da crítica A ou B, por vezes é só uma questão de gosto, mas outras vezes é algo que você realmente precisa pensar sobre si mesmo; precisa rever sobre si mesmo.

Não sei como você é com as críticas, mas sei que sempre podemos melhorar! Se for pra criticar, saiba ter modos. Se for pra ser criticado, saiba aprender com as boas críticas.

FONTE: GUIAME, MARIANA MENDES

Tagged sob mariana    Mendes    críticas    construtivas   
Publicado em Jovem

Agenda de Eventos

Agosto 2017
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31