• Facebook
  • Twitter
  • Rss
  • Plus
Ministério Engel

Cordeiro e Primícias – Oferta de Semelhança

Dez 10
Avalie este item
(0 votos)

As leis mudaram com a queda do homem, a terra já não o mantém  mais como era antes, agora o homem precisa trabalhar, todos os dias labutar afim de que a terra lhe conceda seu alimento diário. A mulher por sua vez terá que suportar uma dor nem imaginada antes, dará a luz com grandes dores. Tudo está fora do eixo original, tudo está em graves consequências, a própria terra geme sem saber o que está havendo de fato. Segundo o escritor ao Romanos, a terra foi pega de surpresa, com todo o arroubo cometido pelo homem, onde tudo que lhe era de mais precioso foi tirado, o direito de produção continua (Is. 45.18) já não existe, ela depende que o homem a lavre com ardor e suor para que ambos possam se manter.

O domínio que antes o homem tinha, fora perdido, os animais só obedecerão a partir de longos comandos e treinamentos futuros. A terra está se estranhando e o homem tendo que se adaptar de maneira forçada ao novo momento.

No crescimento da humanidade vamos novamente nos deparar com um acontecimento fatídico que é o primeiro homicídio, onde dois irmãos se verão num entrave. Não vamos nos deter no episódio da morte de Abel, mas sim no que aconteceu antes desse momento que fora os sacrifícios feito por Caim e Abel. 

O primeiro sacrifício de cordeiros do homem para Deus

O tempo que se passou fora do jardim foi suficiente para que Eva desce a luz a dois filhos que nos conhecemos bem: Caim e Abel. Eva logo vai louvar a Deus pelo nascimento de seus filhos. Os dias continuam seguindo, Caim se torna lavrador da terra, e Abel se torna pastor de ovelhas

“Aconteceu que no fim de uns tempos, trouxe Caim do fruto da terra uma oferta ao Senhor. Abel, por sua vez, trouxe das primícias do seu rebanho e da gordura destes. Agradou-se o Senhor de Abel e de sua oferta, ao passo que de Caim e de sua oferta não se agradou.” Gênesis 4.3-4

Abel fará a primeira oferta de cordeiros em um altar para Deus, além de fazer ofertas de primícias, fazendo com que Deus se agrade, o que acaba por gerar uma grande pergunta: o que fez com que Deus se agradasse da oferta de Abel? (Vamos deixar um pouco de lado o porquê Deus rejeitou a de Caim, e vamos focar em como agrada-lo).

1)Primícias: aqui começa um segredo interessante, primícias vai muito além do que as primeiras coisas, mas mostra uma geração interna da oferta, antes mesmo que essa possa existir. A capacidade de gerar internamente por uma intenção verdadeira é capaz de nos aproximar de funcionar como Deus (semelhança), pois assim como Deus, antes de trazer tudo à tona, cria primeiro dentro dele mesmo, assim ofertar primícias nos aproxima de funcionar como Deus;

2)Cordeiros: veja que além de intencionar uma oferta de primícias, Abel irá ofertar cordeiros. Um cordeiro só é cordeiro desde o seu nascimento, até completar um ano de idade, isso mostra que Abel além de ter a intenção de ofertar primícias ele ofertará uma oferta completa, isto é: de todas as ofertas que podemos colocar no altar, as ofertas de primícias e de cordeiro se completam em perfeição, pois

Primícias + Cordeiro = semelhança completa

Abel fará a fusão de ofertas, oferecendo a Deus duas ofertas que lhe aproximam de funcionar como Deus, pois primícias lembra que Deus gera no interno e cordeiro lembra da oferta da fundação do mundo (Ap. 13.8).

Eis ai o segredos da oferta de Abel, que alcançou o segredo de agradar a Deus, de receber a aprovação de Deus no altar.

Uma oferta feita, principalmente ofertas especificas como a de cordeiro deve ser bem compreendida, visto que somente assim a oferta pode gerar tudo que ela foi proposta. Não nos adianta em nada ofertarmos por emoção ou por apenas ofertar, isso não nos gerará nada, ou apenas vai gerar um pouco apenas pela cobertura que faz parte, mas somente se conhecendo o segredo de ofertar e como a oferta que você fez funciona, pode gerar tudo que tem de melhor.

Eis aí um desafio para você

Tente projetar uma oferta completa uma oferta de cordeiro que seja primícias, entendendo que essa é uma oferta que vai de gerar altos níveis com o Senhor, visto que você estará funcionando como Deus.

A partir desse momento os sacrifícios de cordeiros começam a serem feitos. Esse sacrifício feito por Abel é chamado de sacrifício por uma pessoa, onde ele sacrificará por ele mesmo, tendo uma resposta benéfica de Deus, onde Deus aprovará e abençoará, e ainda o justificará diante do próprio irmão. Então em resumo, o sacrifício de Abel está em primícias, cordeiros e justificação por ser um sacrifício completo.

Existem alguns momentos na história de nossas vidas que o descontrole parece ser nossa maior companhia, fazendo com que pensemos estar tudo fora do lugar. É bastante normal, pensarmos assim, mas na realidade tudo está seguindo seu percurso. A mesma coisa ocorre quando observamos a história bíblica, onde parece que muita coisa está fora do lugar, mas na realidade tudo está correndo como o planejado. Saímos da queda do homem com a promessa de redenção, mas o que vemos pós queda parece ser o contrário, a humanidade vai passando por um declínio cada vez maior. Mas vamos observando o percurso e vendo o qual no controle tudo está.

Os momentos seguintes só vão vir quando vivermos com intensidade o momento presente. Assim como Abel que não se importou com consequências, mas levou com entendimento ao altar sua primícias e cordeiros, assim devemos sermos nós, entender e viver com intensidade cada experiência como nunca antes pensamos em viver.

A experiência do cordeiro começa a ser vivida na integra a partir de Abel, onde o homem percebe a forma que deve se por diante de Deus.

Fonte: www.ministerioengel.com

Tagged sob Cordeiro    joel    engel    oferta    Primícias   
Publicado em Gospel
Última modificação em Segunda, 11 Dezembro 2017 00:08

Agenda de Eventos

Abril 2018
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30