• Facebook
  • Twitter
  • Rss
  • Plus
Ministério Engel

Festa dos tabernáculos e a chuva

Out 09
Avalie este item
(0 votos)
Judeus durante Festa dos Tabernáculos em Jerusalém, Israel. (Foto: First Fruits of Zion)

 

“E acontecerá que, todos os que restarem de todas as nações que vieram contra Jerusalém, subirão de ano em ano para adorar o Rei, o Senhor dos Exércitos, e para celebrarem a festa dos tabernáculos. E acontecerá que, se alguma das famílias da terra não subir a Jerusalém, para adorar o Rei, o Senhor dos Exércitos, não virá sobre ela a chuva. E, se a família dos egípcios não subir, nem vier, não virá sobre ela a chuva; virá sobre eles a praga com que o Senhor ferirá os gentios que não subirem a celebrar a festa dos tabernáculos”. Zacarias 14:16-18

A Festa dos Tabernáculos é também conhecida como Festa da Colheita, Festa da Água, Festa das Nações, Festa das Cabanas ou como o próprio Deus a chama, A Festa. Será celebrada de 4 a 11 de outubro de 2017.

É o momento das primeiras chuvas.

É um tempo de chuvas literalmente. Por isso entendemos que esta chuva é para que os frutos da terra no ano novo se manifestem.

Na festa dos tabernáculos, as pessoas veem diante de Deus demonstrar a sua gratidão por terem sido reconciliadas com Deus e por terem recebidos as bênçãos abundantes durante o ano que se encerrou.

A única maneira de se ter as chuvas sobre a Terra é servindo ao Senhor de todo o coração. Parece até estranho para nós, que temos água em abundância, que temos chuva constantemente, que se faça festa só por causa de chuva. Mas em Israel chove muito pouco, pois está localizada em uma região de deserto, por isso a chuva é tão importante para eles. E quem dá a chuva não é o Senhor? Sim. E sem chuva não há colheita. Então, a Festa dos Tabernáculos é para agradecer ao Senhor, pois sem Ele não haveria frutos para serem colhidos.

“Então darei a chuva da vossa terra a seu tempo, a temporã e a serôdia, para que recolhais o vosso grão, e o vosso mosto e o vosso azeite. E darei erva no teu campo aos teus animais, e comerás, e fartar-te-ás. Guardai-vos, que o vosso coração não se engane, e vos desvieis, e sirvais a outros deuses, e vos inclineis perante eles; E a ira do Senhor se acenda contra vós, e feche ele os céus, e não haja água, e a terra não dê o seu fruto, e cedo pereçais da boa terra que o Senhor vos dá”. Deuteronômio 11:14-17

As chuvas abrem caminhos para que o povo do Senhor receba a prosperidade que o Ele tem preparado.

“O Senhor te abrirá o seu bom tesouro, o céu, para dar chuva à tua terra no seu tempo, e para abençoar toda a obra das tuas mãos; e emprestarás a muitas nações, porém tu não tomarás emprestado”. Deuteronômio 28:12

Subir ano após ano para celebrar a festa dos Tabernáculos, é a certeza de voltar com as bênçãos sobre a família, as propriedades e toda a Nação. A chuva que rega a terra são bênçãos de Deus para que a terra produza o que é necessário para a vida humana.

A passagem bíblica de Zacarias 14:16-18, nos diz que durante o reinado de Jesus por 1.000 anos, ou seja, o Milênio, todas as nações viajarão a Jerusalém para celebrar “Sucot”. Observe que, se eles desobedecem, eles não têm chuva. É difícil imaginar que Jesus estará no trono e ainda haverá aqueles que vão querer dar as costas para o Senhor.

“E celebrareis esta festa ao Senhor por sete dias cada ano; estatuto perpétuo é pelas vossas gerações; no mês sétimo a celebrareis”. Levítico 23:41

É um mandamento, para celebrar e receber a "CHUVA". Esta é a bênção, mas nós também entendemos que isso é o derramamento do Espírito Santo. Outros estudos dizem que a chuva representam a restauração, o reavivamento e o arrependimento.  

Esta festa é perpétua. Por que foi realizada ontem, será realizada hoje, amanhã e sempre, e serão convocadas todas as nações do mundo a fazê-lo, sob pena de seca e morte se não subir a Jerusalém para celebrar.

Outro nome dado a festa de “Sucot” (Tabernáculos) é a Festa das nações, porque “Sucot” será celebrado por todas as nações da terra durante a era messiânica, ou Milênio (Zacarias 14: 16-18).

Cada Festa em Israel marca um encontro com Deus. Lembro que em 2011 havia uma grande seca em nosso estado e eu buscava a Deus pedindo chuva para sarar nossa terra. Certo dia Deus me falou: Sobe o monte reconstrói a Cabana e me adora que Eu enviarei as chuvas. Eu tinha uma Cabana no início do meu ministério mas quando comecei a viajar pelo mundo a Cabana ficou abandonada e foi destruída. Quando eu reconstruí a Cabana e passei a Adorar ao Senhor, Ele enviou chuvas e sarou nosso estado. A partir daquele dia eu passei a comemorar esta festa ao estilo Judaico e Deus tem abençoado o Rio Grande do Sul com chuvas e safras abundantes. Juntamente com as chuvas Deus enviou também  o Seu Espírito Santo sobre nós a sua igreja.

Portanto, a Festa dos Tabernáculos foi instituída para ensinar-nos sobre o Reinado do Messias, o Milênio, quando a terra, todas as nações testemunhar o grande derramamento do Espírito de Deus sobre a Terra.

Neste ano nós estaremos no monte comemorando a Festa das Cabanas na presença de Deus.

Joel Engel 

www.escolaprofetica.com.br

Inf: 055-3217-4744

FONTE: GUIAME, JOEL ENGEL

Tagged sob joel    engel    Festa    Tabernáculos    chuva    Israel   
Publicado em Gospel
Última modificação em Segunda, 09 Outubro 2017 17:31

Agenda de Eventos

Dezembro 2017
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31