• Facebook
  • Twitter
  • Rss
  • Plus
Ministério Engel

A FESTA DOS TABERNÁCULOS E OS DECRETOS LIBERADOS

Out 02
Avalie este item
(0 votos)

No “Rosh Hashaná” Deus convoca todas as nações para um julgamento. Monta-se um tribunal nas regiões celestiais e durante 10 dias vozes são ouvidas, para a defesa e para a acusação de cada pessoa sobre a terra.

No dia de “Yom Kippur” os decretos são apresentados e julgados.

Na Festa dos Tabernáculos os decretos são liberados e chegam às mãos do povo. Eles são entregues por Deus através de seus anjos. A nuvem “Shekinah” é um sinal e a chuva a confirmação:

“Bendiga ao Senhor a minha alma! Ó Senhor, meu Deus, tu és tão grandioso! Estás vestido de majestade e esplendor! Envolto de luz como numa veste, ele estende os céus como uma tenda, e põe sobre as águas dos céus as vigas dos seus aposentos. Faz das nuvens a sua carruagem e cavalga nas asas do vento. Faz dos ventos seus mensageiros e dos clarões reluzentes seus servos”. Salmos 104:1-4.

“A decisão é anunciada por sentinelas, os anjos declaram o veredicto, para que todos os que vivem saibam que o Altíssimo domina sobre os reinos dos homens e os dá a quem quer, e põe no poder o homem mais simples”. Daniel 4:17.

Existem decretos de vitória que Jesus Cristo entregou para a Igreja, ela é a porta-voz de Deus para anunciar os novos decretos do rei. Os Decretos não são apenas as nossas "armas de defesa", mas também são “armas de ataque”, no mundo espiritual.

Proclamarei o decreto do Senhor: Ele me disse: "Tu és meu filho; eu hoje te gerei. Pede-me, e te darei as nações como herança e os confins da terra como tua propriedade”. Salmos 2:7,8.

Os Decretos proféticos revelados por Deus a seus profetas, apóstolos e intercessores são as "armas do Tempo de Batalha". Os Decretos estabelecem as verdadeiras leis de Deus em nossas nações.

Quando a Igreja esta debaixo da “nuvem da presença” ela é ativada profeticamente e receberá os decretos de Deus e anunciará ao mundo, estes decretos são as ordenanças do Poder Judiciário do Altíssimo. A sentença decretada pelo Senhor vai libertar o nosso povo do jugo de satanás. (Salmo 149: 5-9)

Quando a Igreja Adora a Deus e obedece aos seus comandos, ela recebe autoridade para emitir decretos sobre os espíritos territoriais e anunciar a sua derrota e expulsão. (Efésios 6:12, Juízes 7: 16-25)

Quando a Igreja conhece a sua posição de autoridade, que lhe foi concedida por Jesus Cristo, ela vai usar esses decretos para anular o decreto de morte de satanás e definir um novo destino em países e territórios.

O que é um decreto?

É uma ordem, regra ou lei estatutária. Ele é uma ordenança, ordem ou preceito legal. Ele é uma disposição legal ou regulamentar autoridade, é uma lei, norma ou regulamento aplicável. É uma declaração oficial com instruções e ordens de um rei ou governante supremo, geralmente em forma escrita. No Antigo Testamento, a palavra hebraica para decreto foi traduzido como "lei", "status" ou "ordenança".

O decreto tem poder para estabelecer a autoridade, o que significa "ordem real" ou "proclamação oficial", regras, regulamentos, ordens, regras ou regulamentos para obedecer. No caso das nações antigas, um decreto real não poderia ser anulado ou revogado (Ester 8: 8). Ele deve ser criado um novo decreto, (Ester 8: 9-17).

Na Festa dos Tabernáculos os judeus sabiam o que deveriam pedir, e acreditavam que receberiam, o decreto de chuva sobre as suas propriedades:

“quando fez um decreto para a chuva e o caminho para a tempestade trovejante.” Jó 28:26

Devemos aprender a lutar por nossos territórios com os decretos apostólicos e proclamações proféticas, para anunciar o "decreto do céu" sobre as nações.

Anunciar os Decretos de Deus

“Bendito sejas, Senhor! Ensina-me os teus decretos. Com os lábios repito todas as leis que promulgaste”. Salmos 119:12,13.

Anunciar é uma proclamação, aviso ou notificação oficial. Através de um anúncio pode se depor alguém; ou seja, testemunhar a favor ou testemunhar contra.

Através de um anúncio, notificamos oficialmente às hostes do inferno sua derrota jurídica territorial e ativamos o poder dos anjos contra estas forças para serem presos ou expulsos de uma região. A proclamação é o anúncio verbal de um decreto, o que torna um "decreto real"; isto é, uma lei ou regulamento oficial. Por isso em Tabernáculos Deus libera os seus decretos, os anjos e profetas anunciam e toda a terra é notificada da sentença celestial.

O que é uma notificação?

A notificação é uma proclamação real. É um anúncio, a participação, aviso ou declaração oficial. A notificação é uma forma legal de informar as decisões do juiz, rei ou governantes dadas pelas declarações ouvidas aos que de um julgamento ou que fizeram um pedido. A notificação é uma resposta escrita da decisão do julgamento.

A entrega da notificação ativa e proclama o poder do reino e da lei. Por escrito o julgamento é cumprido. A notificação em si é tudo um ato profético que ativa o poder do Reino de Deus contra as forças do mal, levando através da lei de expulsão a legalidade dos territórios (Mateus 16). A Igreja de Jesus Cristo deve ser a notificadora do Poder Judiciário do Reino de Deus.

Fonte: www.ministerioengel.com

Tagged sob joel    engel    Festa    Tabrnáculos    decretos    liberados   
Publicado em Gospel
Última modificação em Terça, 03 Outubro 2017 00:08

Agenda de Eventos

Dezembro 2017
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31