• Facebook
  • Twitter
  • Rss
  • Plus
Ministério Engel

A unção de Elias e suas manifestações

Ago 03
Avalie este item
(0 votos)

A nação israelense tem aguardado com grande expectativa a manifestação do Messias judeu para os próximos meses, este é um dos assuntos mais comentado no país. Israel estava disperso pelo mundo, desde a destruição de Jerusalém, no ano 70. Em 14 de maio de 1948, por Ato Oficial da ONU, Israel passou a ser novamente um País, Nação e Pátria, cumprindo a Profecia de Isaías 66: 8 que diz:

 “Quem já ouviu uma coisa dessas? Quem já viu tais coisas? Pode uma nação nascer num só dia, ou, pode-se dar à luz um povo num instante? Pois Sião ainda estava em trabalho de parto, e deu à luz seus filhos”. (Isaías 66:8).

Uma geração que precisa aprender com Israel

“Aprendam a lição da figueira: quando seus ramos se renovam e suas folhas começam a brotar, vocês sabem que o verão está próximo. Assim também, quando virem todas estas coisas, saibam que ele está próximo, às portas. Eu lhes asseguro que não passará esta geração até que todas essas coisas aconteçam”. (Mateus 24:32-34).

Uma geração biblicamente é de 70 anos, veja:

Os anos de nossa vida chegam a setenta, ou a oitenta para os que têm mais vigor; entretanto, são anos difíceis e cheios de sofrimento, pois a vida passa depressa, e nós voamos! (Salmos 90:10).

Porém antes da manifestação do Messias, para os judeus, é necessário que o profeta Elias venha, este conceito estava consolidado em Israel desde os tempos de Jesus.

“Os discípulos lhe perguntaram: "Então, por que os mestres da lei dizem que é necessário que Elias venha primeiro?" Jesus respondeu: "De fato, Elias vem e restaurará todas as coisas. Mas eu lhes digo: Elias já veio, e eles não o reconheceram, mas fizeram com ele tudo o que quiseram. Da mesma forma o Filho do homem será maltratado por eles". (Mateus 17:10-12).

Os judeus esperam que Elias chegue na Páscoa judaica e anuncie a vinda do Messias (Malaquias 4:5). A cada fim de “Shabat” (sábado) repete-se a crença pedindo que Elias venha “vir com presteza, em nossos dias... junto com o Messias, filho de Davi, para nos redimir”.

Israel é o relógio de Deus e devemos estar atentos a tudo que está acontecendo com os judeus.

A unção de Elias

Na vida de João Batista, o próprio Jesus reconheceu e explicou que houve um cumprimento parcial para essa profecia, isto é, além da vinda de Elias, João Batista também era um Elias de Deus para o mundo.

Provavelmente, o ministério de João Batista também mostra que Deus pode levantar homens na unção de Elias. Ninguém poderia imaginar que incluída nessas promessas estava também a volta da unção de Elias. João Batista pode ter sido o primeiro servo do Senhor a desfrutar essa unção.

A missão profética de João Batista era preparar o coração do povo de Deus para a maior visitação do Senhor na história humana. Jesus aprovou o comportamento profético de João.

“Eu afirmo a vocês que isto é verdade: De todos os homens que já nasceram, João Batista é o maior… E, se vocês querem crer… João é Elias, que estava para vir.” (Mateus 11:11,14).

Ao mesmo tempo em que declarou que João simbolizou Elias, Jesus também deixou claro que Elias realmente virá para restaurar tudo e iniciar a reforma do mundo. A exemplo de João Batista, Deus poderá também levantar nestes últimos dias homens que simbolizem Elias, debaixo desta unção para: A unção para, destronar principados, mudar governos, ungir governos, mudar gerações e levantar profetas.

“O Senhor lhe disse: "Volte pelo caminho por onde veio, e vá para o deserto de Damasco. Chegando lá, unja Hazael como rei da Síria. Unja também Jeú, filho de Ninsi, como rei de Israel, e unja Eliseu, filho de Safate, de Abel-Meolá, para suceder a você como profeta”. (1 Reis 19:15,16).

Elias que virá

“Vejam, eu enviarei a vocês o profeta Elias antes do grande e temível dia do Senhor.”

Elias é um profeta enviado. Assim Elias representa a dimensão da unção profética. Qual é a principal função da unção de Elias?

“Ele fará com que os corações dos pais se voltem para seus filhos, e os corações dos filhos para seus pais; do contrário eu virei e castigarei a terra com maldição.”

Este ministério vai destruir o sistema babilônico do ministério clérigo e leigo que herdamos da igreja romana. Os ministérios instituíram uma hierarquia que aprisiona as pessoas, impessoal, distante. Mas este sistema ultrapassado será substituído pelo íntimo relacionamento entre pai e filho.

As três manifestações da unção de Elias

Primeira manifestação: o homem Elias.

Segunda manifestação: João Batista.

Terceira manifestação: Profetas que vão preparar o caminho para a segunda vinda de Jesus nesta geração. 

O tempo é chegado e devemos estar preparados para a Volta de Jesus.

Creio que isto já está acontecendo é que está geração vai ver o cumprimento destas profecias.

FONTE: GUIAME, JOEL ENGEL

 

Tagged sob joel    engel    Elias    Eliseu    manifestações   
Publicado em Gospel
Última modificação em Quinta, 03 Agosto 2017 18:23

Agenda de Eventos

Outubro 2017
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31