• Facebook
  • Twitter
  • Rss
  • Plus

Lição 34 - O Jubileu na Bíblia

Ago 30
Avalie este item
(0 votos)

O JUBILEU NA BÍBLIA

O ANO DO JUBILEU

Levíticos 25: 8 Também contarás sete semanas de anos, sete vezes sete anos; de maneira que os dias das sete semanas de anos te serão quarenta e nove anos. 9 Então no mês sétimo, aos dez do mês, farás passar a trombeta do jubileu; no dia da expiação fareis passar o Shofar por toda a vossa terra, 10 E santificareis o ano qüinquagésimo, e apregoareis liberdade na terra a todos os seus moradores; ano de jubileu vos será, e tornareis, cada um à sua possessão, e cada um à sua família.

Antigamente, no Yom Kipur do qüinquagésimo ano, tocava-se o shofar na Terra Santa como sinal feliz da libertação dos escravos e o retorno de terrenos a seus donos originais.

A palavra jubileu vem do hebraico, yovel. Refere-se ao carneiro, cujo chifre foi usado para anunciar o ano festivo. Há comentaristas que oferecem mais uma explicação. Dizem que yovel vem do verbo hebraico "trazer de volta", pois os escravos voltavam a seu estado anterior de liberdade, não sendo mais servos de homens e sim apenas do Criador; e os terrenos também voltavam aos proprietários originais.

Além da contagem do ano de Shemitá, de sete em sete anos, existe a contagem do yovel - o jubileu, que ocorre a cada cinquenta anos, no ano seguinte ao término de 7 anos sabáticos.

JUBILEU DOS JUDEUS A CADA 50 ANOS

Ao Toque do Shofar - O ano do Jubileu (Lv 25)

O nome Jubileu ou ano jubilar provém da palavra hebraica yobel, que significa “chifre de carneiro”, uma espécie de instrumento de sopro. Trata-se de uma espécie de “berrante”, que servia para anunciar um chamado ou um julgamento de Deus. O ano do yobel é o ano que começa pelo toque do chifre/yobel. Daí o nome jubileu.

A proposta do “ano do Jubileu” é a realização exponenciada de sete vezes sete anos sabáticos, seguindo a lógica: 7 x 7 = 49. O ano seguinte, isto o ano quinquagésimo (50°), marca o ano Jubilar ou jubileu. Neste ano, segundo a proposta do texto de Levítico 25, deveria acontecer um amplo processo de transformações e libertações (deror).

Este texto de Levítico 25 propõe basicamente a realização de quatro ações ou atos essenciais neste ano do Jubileu:

1. descanso da terra (Lv 25,1-7),

2. reintegração de posse da terra (Lv 25,8-34),

3. proibição da cobrança de juros (Lv 25, 35-38) e

4. libertação ou resgate de escravos (Lv 25,39-55).

DEUS PROMETE BENÇÃOS TRIPLICADAS PARA QUEM COMEMORAR

20 E se disserdes: Que comeremos no ano sétimo? Eis que não havemos de semear nem fazer a nossa colheita; 21 Então eu mandarei a minha bênção sobre vós no sexto ano, para que dê fruto por três anos (Lv 25:20,21).

No que se refere ao Ano Jubilar, podemos desfrutar das maiores e melhores bênçãos em todas as áreas de nossas vidas.

BENÇÃOS DO JUBILEU

A) Pessoal

B) Familiar

C) Social

D) Espiritual

a) PESSOAL: Recebemos a Restituição em quatro áreas:

- Física

- Emocional

- Financeira

- Espiritual

b) FAMILIAR: Nesta área há restauração:

- Casal

- Filhos voltam para casa

- Bênçãos Triplicadas

- Unidade e felicidade

c) SOCIAL: Restituição do equilíbrio, nem pobres nem muito ricos. Podemos receber:

- Quitação das dívidas

- Libertação dos escravos

- Devolução das propriedades

- Reconstituição das Famílias

d) ESPIRITUAL: Nesta área o Senhor proporciona:

- Perdão dos pecados

- Restituição do estado original

- Julgamento do diabo

- Presença de Deus

Em nossa vida Ministerial, baseado em Isaías 61, recebemos

1. UNÇÃO DE CURAS

2. UNÇÃO DE LIBERTAÇÃO

3. PROSPERIDADE

4. UNÇÃO PROFÉTICA (Ungir outros)

O ESPÍRITO do Senhor DEUS está sobre mim; porque o SENHOR me ungiu, para pregar boas novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos; 2 A apregoar o ano aceitável do SENHOR e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes; 3 A ordenar acerca dos tristes de Sião que se lhes dê glória em vez de cinza, óleo de gozo em vez de tristeza, vestes de louvor em vez de espírito angustiado; a fim de que se chamem árvores de justiça, plantações do SENHOR, para que ele seja glorificado. 4 E edificarão os lugares antigamente assolados, e restaurarão os anteriormente destruídos, e renovarão as cidades assoladas, destruídas de geração em geração (IS 61)

O JUBILEU NA TRADIÇÃO JUDAICA

JUBILEU PARA OS JUDEUS

O que nos ensinava a mitsvá de tocar o shofar no Yovel?

O toque do shofar no ano de Yovel anunciava a libertação de todos os escravos judeus. Da mesma forma, um dia escutaremos um magnífico toque do shofar, que anunciará a vinda de Mashiach. (1 Tss 4:15 – 17). Este som será o início da verdadeira liberdade para o povo judeu. Mashiach virá e construirá o Terceiro Templo Sagrado. D'us libertará o mundo da morte e da má inclinação.

A ressurreição dos mortos será realidade, e viveremos para sempre. Oramos diariamente na oração da Amidá para que isto aconteça logo: o toque do grande shofar anunciando nossa liberdade.

NO YOVEL, OS ESCRAVOS JUDEUS SÃO LIBERTOS

A cada ano de Yovel, em Yom Kipur, o San'hedrin (Tribunal Superior) tocava o shofar. A seguir os judeus em Israel, tocavam o shofar. O som podia ser ouvido em Israel inteira, anunciando: "Chegou a hora de libertar todos os escravos judeus. Todos os que possuem escravos judeus devem libertá-los e enviá-los às suas casas."

Desde a época pós-bíblica, a tradição rabínica retomou e questionou as leis referentes ao Ano Sabático e ao Ano Jubilar, mas, considerando-as como um todo, ela as viu como aplicáveis somente na terra de Israel. Entretanto, as exigências éticas e sociais subjacentes continuaram fundamentais para o Judaísmo da Diáspora.

Na terra de Israel continuou-se a observar o Ano Sabático, mas, por causa da situação política e das dificuldades concretas, os rabinos simplificaram as normas, considerando-as como de origem talmúdica, não bíblica. No século passado, depois que os judeus retomaram o trabalho da terra, voltaram à prática do Ano Sabático, mesmo que se trate de uma pequena minoria.

CASTIGO: 70 ANOS NA BABILÔNIA

Para um agricultor judeu, é muito difícil não trabalhar os campos e pomares durante um ano inteiro, não podendo dispensar-lhes os cuidados adequados. Que dirá então o quão difícil é para ele não trabalhar a terra por dois anos seguidos! O sétimo ano de Shabat Shemitá e o seguinte, do jubileu.

Na época do Templo Sagrado isto era exatamente o que acontecia a cada cinqüenta anos. Atualmente, não se guarda o Yovel.

O JUBILEU CRISTÃO

A tradição neotestamentária parece reconhecer e acolher a prática do jubileu judaico e vê a realização do seu conteúdo nas "palavras" e nas "obras" de Jesus, que, entrando um dia na sinagoga de Nazaré, solicitado a comentar a passagem da Torá que se acabava de proclamar, aplica a ele próprio as palavras de Isaías, apresentando-se como enviado de Deus, como aquele em que começa a tornar-se realidade a utopia jubilar:

"O Espírito do Senhor está sobre mim, porque ele me ungiu para evangelizar os pobres; enviou-me para proclamar a remissão aos presos e aos cegos a recuperação da vista: para restituir a liberdade aos oprimidos e para proclamar um ano de graça do Senhor" (Lucas 4,18-19).

CUMPRIMENTO: Grande Comissão

PROFÉTICO: Volta de Jesus e a restauração do mundo ou a realização das promessas messiânicas

15 Dizemo-vos, pois, isto, pela palavra do Senhor: que nós, os que ficarmos vivos para a vinda do Senhor, não precederemos os que dormem. 16 Porque o mesmo Senhor descerá do céu com alarido, e com voz de arcanjo, e com a trombeta de Deus; e os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro. 17 Depois nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens, a encontrar o Senhor nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. (1 Tss 4.15 -17 )

AVIVAMENTO

(At 2.16-18). Seremos parte do maior derramamento do Espírito de todos os tempos”. O Espírito Santo será derramado como a chuva ao seu tempo, e o Tabernáculo de Davi será restaurado (Lv 26,4-5, 11 e 12).

Nestes dias, Deus usará o maior número de pessoas comuns de todos os tempos. A profecia mostra que todas as faixas etárias serão levantadas e abençoadas pelo Senhor, e experimentarão o cumprimento das promessas do Jubileu (vossos filhos – crianças - jovens, velhos, servos e servas) serão grandemente usadas e restauradas em todos os sentidos.

Esta promessa é para você hoje, receba e desfrute do seu Jubileu em nome de Jesus!!!

QUESTIONÁRIO

1. O que se fazia antigamente, no Yom Kipur do qüinquagésimo ano?

2. Qual o significado da palavra jubileu?

3. Como acontece a contagem do ano de shemitá? E a contagem do Jubileu?

4. O que significa a palavra hebraica yovel?

5. Que instrumento é tocado no ano de yovel?

6. Quais são as ações propostas no ano do Jubileu, que estão descritas em Levíticos 25?

7. O que Deus promete para aqueles que comemorarem o ano do Jubileu?

8. Quais são as bênçãos que podem ser desfrutadas na área familiar, para aqueles que recebem o Jubileu?

9. Que tipo de bênçãos podem ser recebidas através da área social no ano do Jubileu?

10. Que bênçãos podem ser desfrutadas na área espiritual para quem recebe o Jubileu?

11. Quais são os ciclos que existem?

12. O que significa o toque do shofar no ano de Yovel?

13. O que acontecia aos escravos no tempo de Yovel?

14. Fale sobre o erro judaico, referente ao ano do Jubileu

15. O que acontecerá nos tempos de Avivamento?

Mídia

Lição 34 - O Jubileu na Bíblia youtube
Tagged sob Lição    34    joel    engel   
Publicado em Escola Profética
Última modificação em Quarta, 31 Agosto 2016 18:14

Agenda de Eventos

Setembro 2017
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30