• Facebook
  • Twitter
  • Rss
  • Plus
Ministério Engel
Pastor Joel Engel

Pastor Joel Engel

Abraham Lincoln cultivava o hábito de retirar-se para orar e ler a Bíblia diariamente. Ele disse, certa vez, a respeito daqueles que o atacavam durante suas conquistas: “Se eu me dispusesse a não somente ler, mas a responder a todos os ataques que me são feitos, este escritório estaria fechado para qualquer outra atividade. Eu faço o melhor que sei fazer, o melhor que posso; e pretendo continuar assim até o fim. Se no final eu tiver me saído bem, o que é dito contra mim não valerá de nada. Se no final eu estiver equivocado, mesmo se dez anjos jurassem que eu estava certo, isto não faria qualquer diferença”.

Lincoln, enfrentando uma forte oposição, conseguiu reunificar os Estados Unidos, ganhou a Guerra Civil e aboliu a escravidão no seu país. Ele foi protegido durante as suas conquistas. Arthur Gutterman declarou: “Sabemos que as pedras da crítica ferem com áspera intensidade, mas o ofendido pode usá-las para construir um monumento”.

Ap 11, Et 1, Sl 105:1-25 Repetir: Rm 12:1

 

Pense numa corrida de obstáculos. Cada trave que o corredor suplanta o coloca mais próximo da vitória. A barreira não é um oponente. Ela é um aliado.

Ela testa o seu limite. Se você a supera, ele avança. O obstáculo não é um empecilho, mas a chance de uma conquista na Fase do leão. Existem três motivações que nos fazem superar na corrida da vida: a fé, a esperança e o amor (1 Co 13.13). A fé leva o homem a transformar a cadeia num ateliê de novas ideias. Foi o que ocorreu com o escritor John Bunyan. Enquanto ele esteve numa cela, preso por 12 anos por pregar o Evangelho, ele escreveu O Peregrino. Esse livro extraordinário foi publicado em 1678, e veio a ser o segundo livro mais lido do mundo, perdendo apenas para a Bíblia. Spurgeon, o grande pregador inglês, leu esse livro mais de cem vezes. Golias foi o passaporte de Davi para dar início à sua jornada ao trono. Pela fé, você pode ser usado por Deus para transformar tempos de adversidades em grandes oportunidades.

Ap 10, Ne 13, Sl 104:24-35 Memorizar: Rm 12:1

 

A história de Davi mostra claramente como alguém pode passar da Fase do boi para a Fase do leão, e, logo depois, para as demais fases. A Bíblia nos informa que ele era um simples pastor de ovelhas, até que o profeta Samuel lhe unge a rei. Esse fato provocou uma mudança imediata de fases, da Fase do boi para a Fase do leão. De pastor, Davi se torna matador de gigante. A unção liberada pelo homem de Deus suprimiu etapas de crescimento na vida de Davi, fazendo-o saltar a níveis maiores em sua vida, da noite para o dia. A Bíblia mostra outros casos que seguem o exemplo de Davi. José acordou na cadeia e foi dormir no palácio. Acordou como escravo e dormiu como Governador. Rute chegou a Belém como estrangeira, e entrou na linhagem do Messias, ao tornar-se bisavó do Rei Davi. Ester começou o ano como uma escrava e finalizou-o como a Rainha, que salvou a sua nação. Num instante, Eliseu era apenas um aprendiz de profeta. A seguir, ele se torna um dos mais influentes profetas. Antes cuidava de bois, e agora ministra reis. Creia: você pode mudar de fase no Ano do Jubileu. 

Ap 9, Ne 12, Sl 104:1-23 Memorizar: Rm 12:1

 

Jacó retrata plenamente as mudanças de fases que mudaram o seu nome para Israel. Ele foi um dos homens que mais receberam visitação de anjos em toda a Bíblia.

Cada fase pela qual ele atravessa corresponde a um período de tempo. Mas, após passar pela Fase do boi, em que ele trabalha incansavelmente por quatorze anos, Jacó experimenta uma aceleração nas mudanças de fase em sua vida. Quando ele decide sair da Fase do boi, e procura a Labão, Jacó tem um sonho que revela a intervenção divina em sua vida. Esta intervenção veio em resposta ao voto que ele havia feito anos antes. Jacó fez o propósito de devolver a Deus o dízimo de tudo, e erguer Betel – a casa de Deus, no lugar onde havia ungido uma pedra, quando ele teve uma visão com a escada que ligava a terra ao Céu. A mão de Deus o levou à Fase do leão. Ele entrou num tempo de conquistas extraordinárias. Comparativamente ao tempo em que ficou na Fase do boi, a fidelidade de Jacó ao seu voto impulsionou uma aceleração na mudança de fases, quando ele alcança o nível do leão. A seguir, ele entra para a Fase do homem e passa para a Fase da águia. 

Ap 8, Ne 11, Sl 103 Memorizar: Rm 12:1

 

A Bíblia diz que: “...o justo é intrépido como o leão” (Pv 28.1). Hernandes Dias Lopes diz em seu livro Derramamento do Espírito, que ainda que os homens, na sua fúria e perversidade, o açoitem, o maltratem, o firam e o matem, aquele que entra na Fase do leão não cessa de falar do nome de Jesus. Hernandes cita o exemplo de John Huss. “Ele começou a pregar, na Boêmia, a salvação pela fé em Cristo Jesus. Os bispos o perseguiram. Intimidaram-no. Prenderam-no em um calabouço. 

John Huss manteve-se firme como um leão que demarca o território. “Enviaram-lhe uma proposta para que, caso ele abandonasse a sua pregação, receberia, em troca, imediata liberdade”. Ele respondeu: “Se me soltarem hoje, amanhã estarei nas praças pregando o evangelho novamente.

” Condenaram-no à morte, então. Ele disse: “Com que cara, pois, contemplaria os Céus? Aprecio mais a salvação do que esse pobre corpo, ora destinado à morte.” Com cara e honra de leão, ele não recuou diante do inimigo. Cem anos depois nascia Lutero, justamente após o rugido proferido pela morte de John Huss. 

Ap 7, Ne 9:38-10:39, Sl 102 Refletir: 2Co 7:1

 

A Bíblia faz menção à força de Sansão, ao citar o fato de que ele matou um leão com as próprias mãos, no poder do Espírito de Deus. Davi argumenta com Saul sobre a sua coragem e destreza como guerreiro, por sua vez, ao falar que ele pegou um leão pela juba e arrebatou de sua boca uma ovelha. Na Fase do leão, você romperá além dos seus limites com uma unção especial de conquista que lhe dará vitória sobre os seus inimigos. Trata-se de uma unção de combate. Há diversos exemplos bíblicos que mostram que nós somos guerreiros dos Céus, equipados e protegidos pelo Senhor, que nos livra, inclusive do poder da morte. Watchman Nee cita alguns casos em seu livro O homem espiritual: “Lançando farinha dentro de uma panela, Eliseu retirou a morte que nela havia (2 Rs 4.38-41). Sadraque, Mesaque e AbedeNego não sofreram nenhum dano na fornalha ardente (Dn 3.16-27).

Paulo foi picado por uma víbora venenosa, mas atirou-a dentro do fogo, e não sofreu dano, e também foi livre da boca do leão (At 28.3-5). Todos esses são exemplos perfeitos de vitória sobre esse inimigo”. Busque avançar da Fase do boi para a Fase do leão no Ano do Leão. 

Ap 6, Ne 8:13-9:37, Sl 101 Revisar: 2Co 7:1

 

Este é o Ano do Jubileu em sua vida. É o ano profético em que você pode sair da Fase do boi e entrar na Fase do leão. O momento de dar uma guinada completa em sua vida. Tornar-se um grande conquistador do Reino de Deus. Ampliar a sua influência, no poder do Espírito de Deus. O escritor Robert Orben diz que, certa vez leu um anúncio em um jornal do show business: “Domador de leões procura leão manso”. Ele achou o anúncio incomum, por causa da ferocidade dos leões, pois eles demarcam território; seu rugido chega a ser ouvido a nove quilômetros de distância e possuem uma natureza conquistadora que faz parte do seu DNA.

Como salienta Spurgeon: “É mais fácil ensinar um leão a se tornar vegetariano do que converter uma alma sem o poder do Espírito Santo”. Salmos 22:21 faz distinção do poder do boi selvagem e do leão: “Salva-me da boca do leão; sim, ouviste-me, das pontas dos bois selvagens”. Ao sair da Fase do boi, você entra na fase de avançar em seus empreendimentos. 

Ap 5, Ne 7:4-8:12, Sl 100 Repetir: 2Co 7:1

 

Jacó proclamou sobre Aser a bênção da provisão. Ele disse que o pão lhe seria gordo, com delícias reais (Gn 49.20). Seja fiel a Deus em suas finanças, nos dízimos e ofertas, durante todo ano, para que a provisão divina seja acrescentada de amplos suprimentos. David Jeremiah relata em seu livro 40 Dias Para Mudar o Mundo (2008) que Lourenço, o tesoureiro dos recursos da igreja, do século III, foi apresentado diante das autoridades que ordenaram que ele entregasse os tesouros da igreja para o imperador. Lourenço, de forma dócil, pediu três dias para juntar todos os tesouros da igreja.

Ele prometeu que, depois desse período, mostraria ao magistrado as grandes riquezas da igreja. No terceiro dia, ele apareceu e trouxe consigo os órfãos, os pobres, os mancos e as viúvas em desespero. Apontando para eles, disse: “Esses são os tesouros da igreja.” E, por causa dessa resposta, ele foi sentenciado à morte. Por causa do seu grande amor por nós, Deus sempre proverá o suprimento das nossas necessidades, mas Ele espera suprir a necessidade de outros através de nós. Este é o ano da provisão.

Ap 4, Ne 5:1-7:3, Sl 99 Repetir: 2Co 7:1

 

Em Alvorada de Goias, um grande nuvem de gafanhotos pousou sobre uma fazenda, devastando tudo que encontrava pela frente. O som dos insetos, que era quase ensurdecedor, trouxe medo aos agricultores. Com receio de perderem tudo que haviam plantado, eles se reuniram e tomaram a decisão de chamarem o feiticeiro local, quando, então, um homem, recém-convertido, manifestou-se dizendo: “A Bíblia diz que se formos fiéis a Deus, Ele repreenderá os gafanhotos - os devoradores. Eu creio que, se nós orarmos a Ele, este mal sairá das nossas terras”. “E como você pretende fazer isto”? - Alguém lhe perguntou.

“Precisamos ter fé, nos entregarmos a Ele e orarmos”, respondeu, enquanto se ajoelhava. Então, diante de todos, fez uma oração pedindo para que Deus detivesse os gafanhotos. O barulho dos insetos parou repentinamente, para espanto de todos. Algo extraordinário havia acontecido.

Os gafanhotos morreram instantaneamente. Diante deste feito surpreendente, muitos dos que ali estavam se converteram ao Evangelho.

Ap 3, Ne 4, Sl 98 Memorizar: 2Co 7:1

 

Pagina 4 de 101

Agenda de Eventos

Novembro 2017
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30