• Facebook
  • Twitter
  • Rss
  • Plus
Ministério Engel
Pastor Joel Engel

Pastor Joel Engel

No Ano do Jubileu, o inimigo era vencido inteiramente. Jesus compara o inimigo com um ladrão. Não permita que ele roube a alegria de terminar este ano com grandes vitórias, em Cristo. A Mona Lisa, de Leonardo da Vinci tornou-se o retrato mais comentado da história da arte. 

Concluída em 1506, essa obra de arte passou por várias revisões antes que o projeto e a execução fossem concluídos. Ela, porém, foi roubada por um italiano chamado Vicenzo Peruggia. Esse homem entrou no Louvre com roupa de operário, disfarçado de empregado, tirou-a da parede sem problemas, e fugiu com a Mona Lisa em agosto de 1911.

Ele a manteve longe do público, “aprisionada” por dois anos em seu apartamento de Paris, escondida sob o telhado. Em 1913, o ladrão levou-a para Florença e ofereceu-a a um negociante e acabou preso. Não permita que o inimigo roube a obra de arte que o Senhor tem projetado para a história da sua vida. O Pastor Martin Luther King tinha um sonho; ninguém roubou este sonho dele, pois o Senhor era com ele.

John Huss, Lutero, John Wesley, William Seymour, também não permitiram que ninguém roubasse os seus sonhos. Em Deus seus sonhos também serão realizados (Sl 37.1-5).

Fonte: Devocional Ano do Jubileu 

Andar com Deus o levará a um enredo de superação além dos limites que você alcançou até hoje. É possível andar no Espírito, caminhar em santidade, ser puro de coração, habitar nas regiões celestiais em Cristo, ir para o céu e levar muitos com você. Se disserem que isso não é possível, não é verdade. Até 1954, médicos, treinadores de todas as áreas diziam que seria impossível um ser humano correr a uma distância de uma milha em um tempo inferior a quatro minutos. No dia 6 de maio daquele ano, o inglês Roger Bannister, um estudante de medicina de Oxforde, quebrou esse recorde. Pela primeira vez na história, um ser humano conseguiu correr à distância de uma milha em quatro minutos. O acontecimento foi tão marcante, que a Sport Ilustrated considerou o evento como o mais importante dos esportes do século 20. E o que aconteceu depois que Bannister bateu essa marca? Nas semanas seguintes, o australiano John Landy também quebrou o recorde. Um mês depois, outro atleta repetiu a façanha. Depois outro e mais outro. Três anos depois, 17 concorrentes haviam repetido o feito. Deus fez para você quebrar o record em suas vitórias para o louvor da sua glória.

Fonte: Devocional Ano do Jubileu 

Durante a Guerra Civil dos Estados Unidos, o presidente Abraham Lincoln recebeu muitos pedidos de perdão de soldados que haviam sido sentenciados à morte por deserção. Um dia, o presidente recebeu um apelo de perdão que se destacava. Chegou sem nenhum documento ou carta em favor do prisioneiro. Lincoln ficou surpreso com isso e pediu informações ao oficial que cuidava desses assuntos. Para seu espanto, o oficial disse que o soldado não tinha um amigo sequer. Lincoln ficou com aquela história na cabeça a noite toda. A deserção não era um problema qualquer. Pela manhã, quando o oficial perguntou qual era a decisão do presidente, ficou chocado ao ouvir Lincoln dizer que o testemunho de um amigo havia selado sua decisão a respeito do soldado em questão.

Quando o oficial lembrou ao presidente que o pedido de perdão chegara sem qualquer carta de referência, Lincoln apenas disse: “Eu serei esse amigo”. Tenha o propósito de reavivar as amizades neste final de ano. “O propósito da vida é uma vida com propósito,” disse R. Byrne.

Fonte: Devocional Ano do Jubileu 

O mundo cristão clembra o nascimento de Jesus nesta data. O que importa, é que o amor de Deus foi a causa de Jesus ter vindo a este mundo para dar a vida pelos pecadores (Jo 3.16). Ele não muda, ainda que nós mudemos. Ele é fiel, ainda que nos tornemos infiéis. Jesus veio proclamar o Ano do Jubileu entre nós. Ele mantém-se inabalável em seu amor obstinado. Brennan Manning diz que a primeira pessoa a publicar um de seus livros contou-lhe a história de uma tarde de ensolarada, quando ele estava dirigindo por uma estrada de Nova Jersey. Na mesma faixa de pista em que ele estava, cem metros adiante, seguia um carro na velocidade máxima, e o conhecido de Manning “ficou chocado quando viu a porta traseira direita se abrir, por onde o passageiro atirou um cachorrinho para fora do carro. Ele chocou-se contra o concreto e rolou até uma valeta. Sangrando muito, o cachorrinho levantou-se e começou a correr atrás do carro do dono que o havia abandonado com tanta crueldade”. A fidelidade incondicional desse amigo não levou em conta a violência sofrida nem a dureza de coração daquele homem insensível. Isso chama-se lealdade obstinada (Pv 27.10).

Fonte: Devocional Ano do Jubileu 

Uma criancinha, que ainda não havia atingido a idade escolar, entrou em um labirinto de certo parque de diversões. Quando o pai percebeu que ela se afastara dele, procurou-a e encontrou-a ali, tentando achar a saída, e já começando a chorar de medo. Ela estava cada vez mais confusa pelos inúmeros caminhos que via, mas, por fim, ouviu a voz do pai gritar-lhe: “Não chore, querida. Estenda os braços. Siga a direção de minha voz e você encontrará a porta”. E enquanto ele assim falava, a garotinha acalmou-se e, pouco depois, encontrava a saída e corria para os braços do pai, estendidos para ela. Quando Robert Morrison estava a caminho da China, onde seria um missionário, o capitão do navio estava cético com relação ao seu sonho e lhe deu bastante trabalho. Enquanto saía do navio, o capitão lhe disse: “Imagino que você pensa que vai causar uma grande impressão à China”. Robert Morrison simplesmente respondeu: “Não, senhor. Eu creio que Deus causará”. Ele era guiado pela voz de Deus. Use seu diário para registrar tudo o que a voz de Deus lhe disser. Ela o guiará para uma nova história.

Fonte: Devocional Ano do Jubileu 

John Wycliffe nasceu na Inglaterra, no século XIV, como filho de camponeses, mas tornou-se um mestre famoso na Universidade de Oxford. Identificava-se com os pobres, ensinando-lhes as Escrituras de modo simples, além de ter iniciado a tradução da Bíblia para o inglês, para que todos tivessem acesso à Palavra de Deus. Por pregar que a Bíblia era a única autoridade de fé e prática, foi duramente perseguido. Em 1381, retirou-se para escrever e traduzir a Bíblia até sua morte, em 1384. Após sua morte, muitos saíram pela Inglaterra divulgando sua pregação entre o povo e finalizando a tradução da Bíblia para o inglês. C. H. Spurgeon definiu a Bíblia de forma clara: “Deus escreve com uma pena que nunca borra, fala com uma língua que nunca erra, age com uma mão que nunca falha”. Um dia, um príncipe da África visitou a Rainha da Inglaterra e, durante a visita, perguntou-lhe qual a causa da grandeza de seu reino. Ela, levantando uma Bíblia, respondeu: “Este Livro é a base da nossa grandeza, e qualquer nação que o tome e o leia será grande”. Faça o propósito de ler a Bíblia toda no próximo ano. 

Fonte: Devocional Ano do Jubileu 

O Ano do Jubileu era o ano da santificação e da consagração. Charles Swindoll conta a história de Jim Vaus, que havia sido membro da rede do crime organizado nos anos 1940. Ele e o seu chefe Mickey Cohen - foram contratados pelo Departamento de Polícia de Los Angeles para ajudar a investigar os membros da crescente rede criminosa que abria caminho através dos Estados Unidos.

Depois de viver anos sob a tensão constante de uma vida dupla, Vaus precisou encarar de frente a sua própria miséria e vazio. Mas, Deus o levou a assistir a uma campanha de Billy Graham realizada na esquina das ruas Washington e Hill na cidade de Los Angeles. Em meio a uma multidão de mais de seis mil pessoas, Jim Vaus ouviu uma mensagem de graça e perdão que nunca compreendera antes. Segundo um artigo publicado no The Los Angeles Times, o conhecido criminoso ajoelhou-se rua empoeirada, aos prantos e com o rosto em terra, antes de entregar sua vida a Cristo. Como Lutero, ele nasceu gloriosamente de novo. O arrependimento transforma o seu passado numa página em branco para vocês escrever uma nova história.

Fonte: Devocional Ano do Jubileu 

O Ano do Jubileu era o ano do perdão. Ao ver o adorno que a esposa guardava tão bem escondido atrás da penteadeira, o marido pensou: “O que ela guardaria nesta caixinha?”. Ao abrir a caixa, encontrou quatro ovos e mil e quinhentos reais. Surpreso, perguntou: - “Querida, o que significa isto?” “Cada ovo representa um erro que você cometeu contra mim em nosso casamento”, respondeu ela. Satisfeito com a resposta, então, inventou de perguntar: - “E o que significa este dinheiro?” - “Bom, querido, a cada vez que os ovos completavam uma dúzia, eu os vendia”.

Como esta história mostra, nós não só contabilizamos os erros dos outros, ao invés de perdoá-los, como os colocamos para render juros e correção monetária. Albert Schweitzer disse certa vez: “O perdão pode realizar muitos feitos. Assim como o sol faz o gelo derreter, o perdão faz a dissensão, a desconfiança e a hostilidade evaporarem”. Atitudes de perdão são poderosas para mudarem a história das pessoas. Não passe para o novo ano, sem perdoar. 

Fonte: Devocional Ano do Jubileu 

Pequenos gestos são sementes que criam um futuro alternativo. Winston Churchill foi um grande líder inglês. Quando era menino, caiu numa lagoa e teria se afogado se um jardineiro não o tivesse salvo. O pai de Winston, como sinal de gratidão, possibilitou ao filho do jardineiro estudar Medicina. Este se tornou um pesquisador célebre. Descobriu a penicilina. O nome dele é Alexandre Fleming.

Aconteceu, então, que Winston Churchill adoeceu gravemente de pneumonia. Foi a penicilina que o curou. O médico Albert Schweitzer, que foi missionário na África, ganhador do Prêmio Nobel da Paz em 1952, afirmou: “Não sei qual será o destino de vocês, mas de uma coisa sei - os únicos a ser realmente felizes são os que procuraram e descobriram como servir”. Em 1913, ele sua esposa viajaram para Lambarené, na África. Num consultório montado em um antigo galinheiro, ele começou a atender pacientes.

Sua esposa, Helene, era sua enfermeira, e J, Azvawami, um nativo que falava oito dialetos, seu intérprete. Ele dizia: “O que o mundo mais necessita é de homens que se dediquem às necessidades dos outros homens”.

Fonte: Devocional Ano do Jubileu 

Pagina 3 de 106

Agenda de Eventos

Janeiro 2018
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31