• Facebook
  • Twitter
  • Rss
  • Plus
Pastor Joel Engel

Pastor Joel Engel

Há um grande banquete preparado pelo Senhor para aqueles que estão em Sua Presença. M. Claret relata em O Pensamento Vivo de Da Vinci (1985) que a pintura que deu ao pintor Leonardo Da Vinci uma projeção verdadeiramente imortal é a Ceia, ou o Cenáculo. O quadro da Ceia custou-lhe três anos de trabalho árduo, de 1495 a 1497. Pintou-o numa parede do Convento de Santa Maria Delle Grazie, em Milão, com mais de 9m de comprimento por 4,20m de altura. Leonardo começava trabalhando com rapidez, durante longos dias e esquecia-se de tudo. Às vezes passava vários dias sem pegar num pincel, desenhando e redesenhando as figuras da Ceia. Esses desenhos se encontram em Milão, no Musée du Louvre. Hoje, fizeram-se inúmeros estudos, não somente do conjunto como também de cada um dos apóstolos pintados na tela. Nela, Jesus é a figura central. Luca Pacioli, amigo de Leonardo, escreveu, em 1498, que: “O maravilhoso trabalho é uma obra-prima mundial”. Esta obra tem um grande valor, pois expressa que Ele nos convida para participar da Sua intimidade em Sua mesa.

Mc 9:2-50, 2Sm 22, Os 2:2-23 Repetir: Sl 130.4

 

O grande teólogo Karl Barth disse, certa vez: “Unir as mãos em oração é o começo de um motim contra a desordem do mundo”. Orar é conspirar na companhia de Deus. A intensidade e a seriedade com que Jesus encarava a oração não se perderam nos apóstolos. Paulo era um grande conspirador, juntamente com o Senhor. Ele diz a seus leitores que orava noite e dia (1 Ts 3.9-10; 2 Tm 1.3); que não cessava de orar (Ef 1. 16; Cl 1. 9-11); que estava sempre, incessantemente, sem cessar em oração por eles. Paulo diz que se esforça sobremaneira (Cl 4.12) em oração.

Para esses exploradores nas fronteiras da fé, a oração não era um pequeno hábito preso à periferia de suas vidas - ela era a vida, a espinha dorsal deles. Foi o trabalho mais sério de seus anos mais produtivos. William Penn testificou de George Fox que: “Acima de tudo ele avantajou-se em oração... A mais espantosa, viva e venerável estrutura que já senti ou contemplei devo dizer era a dele em oração.” 

Mc 8:22-9:1, 2Sm 20-21, Os 1:1-2:1 Memorizar: Sl 130.4

 

Honre o Senhor com todos os seus recursos e com os primeiros frutos de todas as suas plantações; os seus celeiros ficarão plenamente cheios, e os seus barris transbordarão de vinho. Provérbios 3:9-10

Leonard Ravenhill disse: “Nenhum homem é maior que a sua vida de oração.” Jesus sabia disso. Ele mesmo orou quando foi batizado (Lc 3. 21). Orou uma noite inteira antes de escolher os 12 apóstolos (Lc 6. 12).

Ele Se retirava para orar quando a multidão O procurava apenas quando estavam precisando de milagres (Lc 5. 15-17). Ele orou antes de fazer uma importante pergunta aos discípulos (Lc 9. 18) e também orou no Monte da Transfiguração, quando o Pai O consolou antes de ir para a cruz (Lc 9. 28). Ele orou antes de ensinar aos Seus discípulos a “Oração do Senhor” (Lc 11.1). Jesus orou no túmulo de Lázaro (Jo 11. 41,42). Orou por Pedro, antes da negação (Lc 22. 32). Orou durante a instituição da Ceia do Senhor (Jo 14. 16; 17. 1-24). Orou no Getsêmani (Mc 14. 32-39), na cruz (Lc 23. 34) e também após a ressurreição (Lc 24. 30). Hoje, Ele está orando por nós (Rm 8. 34; Hb 7. 25).

Thomas á Kempis disse: “As palavras de Cristo nos desafiam a imitarmos a Sua vida e Seus hábitos, se verdadeiramente queremos ser livres de toda cegueira de coração”. 

Mc 7:14-37, 2Sm 18, Dn 11:21-45 Memorizar: Sl 130.4

 

Há alguns dias atrás, um amigo viajou para estar a sós com Deus em Abbotsford, uma pequena cidade da província canadense de Colúmbia Britânica, situada no Vale Fraser, a Oeste de Vancouver, no meio das montanhas.

Ele havia separado três semanas para buscar a Deus, a sós. Sua primeira parada seria, então, nas montanhas. Conforme subia para o lugar de retiro, ele tinha a impressão de que o céu ficava cada vez mais próximo da terra. As nuvens pairavam sobre as encostas, enquanto a luz rasgava o ar gelado daquele lugar extraordinário. 

Conforme o pôr do sol foi chegando, um tom alaranjado tingiu o céu, encobrindo uma paisagem cinematográfica, que enchia o horizonte com uma beleza única, típica dos  lugares montanhosos. Era a primeira vez que ele se retirava para estar em particular com o Senhor por vários dias. Ele conta que foi uma experiência inesquecível (Mc 1). 

Tire um tempo para estar com o Senhor. Adquira o livro O Profeta e a Cabana, de Joel Engel, que ensina segredos extraordinários de como ter uma intimidade mais profunda com o coração de Deus, retirado em Sua Presença.

Mc 7:1-13, 2Sm 17, Dn 11:2-20 Refletir: Ef 4.32

Fonte: Livro Devocional Ano do Jubileu | Autor: Joel Engel e Edino Melo

Adquira o seu Devocional “O Ano do jubileu” em nossa Loja Online www.lojaministerioengel.com.br

 

Há um provérbio chinês que diz: “As águias convivem em pares que duram a vida toda, e mantêm-se no mesmo ninho, fazendo os necessários reparos e adições”. Decida buscar alcançar a fase da águia no Ano do Jubileu.

Jó 39.27 diz que as águias põem o seu ninho no alto. O padrão da vida da águia, como se vê, é bastante elevado. Este é o nosso modelo. Jesus é o seu modelo. A sua vida está escondida com Cristo em Deus (Cl 3.1-3). 

Em Cristo, você é filho de Deus e santo (Jo 1.12, Ef 1.1); nele, você está unido ao Senhor (1 Co 6.17), pois você foi comprado por um preço (1 Cor 6.20). Você é membro do Corpo de Cristo (I Cor 12.27); pode tudo naquele que te fortalece (Fl 4.13). Em Cristo, você tem acesso direto a Deus através do Espírito Santo (Ef 2.18), foi redimido e perdoado de todos os meus pecados (Cl 1.14), e habita no alto, nas regiões celestiais (Ef 2.1-6). Viver na atmosfera das regiões celestiais é um projeto de vida criado por Deus para nós. Busque isso de todo coração: Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus (Cl 3.1).

Mc 6:30-56, 2Sm 16, Dn 10:1-11:2 Revisar: Ef 4.32

Fonte: Livro Devocional Ano do Jubileu | Autor: Joel Engel e Edino Melo

Adquira o seu Devocional “O Ano do jubileu” em nossa Loja Online www.lojaministerioengel.com.br

O Grande Houdini era um mestre da mágica, assim como um serralheiro fabuloso. Ele se gabava de poder escapar de qualquer cela de prisão do mundo em menos de uma hora, desde que pudesse entrar na cela vestido com suas roupas de todo dia. Uma pequena cidade nas Ilhas Britânicas construiu uma nova prisão da qual estavam extremamente orgulhosos. Fizeram um desafio a Houdini. “Venha tentar”, lhe disseram. Quando chegou, ele passou triunfantemente pela cidade e entrou na cela. 

A confiança desapareceu quando a porta fechou. Houdini começou a trabalhar. Escondido no seu cinto estava um pedaço de aço de 25cm, flexível, mas resistente, que ele usou para trabalhar na fechadura. Depois de 30 minutos, sua expressão de confiança tinha desaparecido. Ao fim de uma hora, ele estava encharcado de suor. Depois de duas horas, Houdini literalmente caiu contra a porta e esta se abriu. Ela nunca esteve trancada, exceto em sua própria mente. A mudança que Deus deseja operar em sua vida começa na mente. É preciso tirar os bloqueios da incredulidade e da dúvida pelo poder da Palavra de Deus. 

Mc 6:1-29, 2Sm 15, Dn 9 Repetir: Ef 4.32

Fonte: Livro Devocional Ano do Jubileu | Autor: Joel Engel e Edino Melo

Adquira o seu Devocional “O Ano do jubileu” em nossa Loja Online www.lojaministerioengel.com.br

Pois eu bem sei os planos que estou projetando para vós, diz o Senhor; planos de paz, e não de mal, para vos dar um futuro e uma esperança. Jeremias 29:11

Dia 21 junho - Você é a chave

Marcos conta a extraordinária conversão e libertação do Gadareno (Mc 5.1-20). Ele foi liberto dos demônios (Mc 5.13), teve o seu juízo restituído em perfeito equilíbrio (Mc 5.15), foi restaurado do seu estado de auto destruição e se tornou um discípulo (Mc 5.18). Qual foi a primeira coisa que Jesus pediu para que este novo homem, salvo, e transformado pelo poder de Deus, fizesse?

Mc 5.19 relata o que Jesus lhe disse: “vai para a tua casa (família), para os teus (parentes); e anuncia-lhes quão grandes coisas o Senhor te fez e como teve misericórdia de ti. Jesus está muito interessado na salvação da nossa família. E, você é a chave, para que isso ocorra. Cliff Barrows, assistente de Billy Graham, contou que sempre seguia uma rotina particular quando chegava a um hotel.

Antes de qualquer coisa, colocava uma foto de sua família em um lugar bem visível no quarto. “Era um lembrete para mim, e um sinal para todos que entrassem em meu quarto da minha obrigação moral para com minha família”. 

Mc 5:1-20, 2Sm 13, Dn 7 Memorizar: Ef 4.32

Fonte: Livro Devocional Ano do Jubileu | Autor: Joel Engel e Edino Melo

Adquira o seu Devocional “O Ano do jubileu” em nossa Loja Online www.lojaministerioengel.com.br

 

Pagina 1 de 90

Agenda de Eventos

Junho 2017
Seg Ter Qua Qui Sex Sab Dom
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30